sexta-feira, 9 de agosto de 2013

SEDRAH 121 - RESUMO SEMANAL HA'ISHAH (MULHERES) - CÂNTICO DE ELEVAÇÃO

RESUMO DO ESTUDO SEMANAL DA SEDRAH
Tehilim/Salmos 121
"CÂNTICO DE ELEVAÇÃO"
No shabat anterior nos aprofundamos mais no Tehilim/Salmos 121, entoado pelos israelitas quando das subidas para as festas em Yerushalayim. Esse Tehilim, também chamado de “Cântico das Subidas”, os auxiliava durante a travessia pelo deserto, fortalecendo-os espiritualmente na longa e às vezes perigosa viagem, pois, naqueles tempos, essa região não era nada segura, por causa dos bandidos e salteadores e motivava-os a continuar confiantes na proteção e cuidado do Eterno diante dos obstáculos.

Igualmente, esse Cântico nos traz um grande ensinamento! O Eterno é O Guarda de Israel e devemos confiar incondicionalmente em Seu cuidado, amor e proteção.

“Elevo os meus olhos para os montes.” Essa deve ser sempre a postura do justo: olhar para o alto, lugar de Habitação do Eterno; para Yerushalayim, que foi construída sobre um monte; e para a Torah, que foi entregue a Mosheh também num monte - sem se preocupar com o que está a sua volta tentando faze-lo tropeçar, mas, passando por cima de tudo o que tente impedi-lo de prosseguir. Para isso, precisamos, primeiramente, nos enxergar como parte de Yerushalayim e como povo de Hashem, direcionando nossos olhos para “Aquilo que é elevado”, observando os princípios estabelecidos por Ele, obedecendo-O em tudo.

Os montes eram utilizados para cultos pagãos e sacrifícios a ídolos. A adoração a elementos, como o sol e a lua também era muito significativa para alguns povos, já que estes astros influenciavam no cuidado com a lavoura, na pesca, na criação de animais e em muitas outras situações, sendo até mesmo colocados como “deuses.”

Dessa forma percebemos claramente que nada poderá nos afastar do Eterno nem tomar o Seu lugar, Ele nos protege até mesmo do engano em que a humanidade está afogada, da idolatria e da mentira. E tudo é tão simples! Só precisamos enxergar quem verdadeiramente somos neste mundo.  
        
“De onde virá meu auxílio?”. O próprio questionamento já sugere a resposta final. Não existe socorro, solução ou suprimento fora do Altíssimo. Tudo o que o mundo e os poderes terrenos nos oferecem é enganoso e passageiro.

“O meu auxílio vem do Criador que fez os céus e a terra”. Nosso socorro só pode vir do Eterno, Onipotente, Todo Poderoso, Soberano, Rei do Universo. Um grande exemplo disso é o fato de estarmos cercados de uma infinidade de “ídolos” mortos e inoperantes, tendo a certeza de que O Eterno está conosco, nunca falha e age oportunamente, nas mais diversas situações.

“Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não dormitará”. O Eterno sempre mostra na Torah que é Ele quem guarda e fortalece o Seu Povo. Muitas vezes tropeçamos e acabamos atrasando a caminhada, no entanto,  se dependesse somente do Eterno, não vacilaríamos, nem tropeçaríamos. Todavia, Ele nos deu o livre arbítrio e muito do que acontece em determinados momentos, é consequência das más escolhas  que fazemos. Porém, nem tudo o que passamos é por nossa culpa! Há  situações que O Eterno permite não para o nosso mal - como castigo ou repreenda - mas, para que aprendamos a ser mais equilibrados, mais fortes, mais confiantes em Suas promessas.

A fidelidade do nosso Elohim é eterna! Infelizmente, por vivermos no mundo, estamos sujeitos ao engano, às dificuldades e às transgressões e, muitas vezes, sim, vacilamos. Um grande exemplo disso, foi o próprio povo no  deserto que, apesar de tanta murmuração e desobediência, O Eterno os guardava e nada lhes faltou.

“Eis que não dormitará nem dormirá o guarda de Yisrael”. O Guardião do povo de Yisrael jamais se descuida dele, afinal, nunca dorme. Muitas vezes ignoramos o que poderia nos acontecer, já que O Eterno batalha por nós até nos bastidores das nossas vidas. Enquanto passamos por cada etapa Ele nos protege, não nos deixando cair ou estagnar. Em todo o tempo está conosco, até mesmo em situações que nos passam despercebidas.

“Adonai é quem te guarda; Ele é a tua sombra à tua mão direita. De dia o sol não te ferirá, nem a lua de noite”. A proteção do Eterno é completa. Se precisarmos de luz em meio à escuridão, Ele Se faz luz, se é descanso que ansiamos, Ele Se faz sombra e nos faz repousar em verdes pastos. Em todo o tempo e em todo o lugar Ele nos cerca com o Seu amor; Sua mão nos segura e nos afaga, mas, se precisarmos guerrear Ele age em nosso favor e até batalha por nós. 

Quem é como nosso Elohim? Ele é Um e não há outro.

“O Eterno te guardará de todo o mal; ele guardará a tua vida. O Eterno guardará a tua entrada  e a tua saída, desde agora e para sempre”. Ele nos protege e nos guarda em todos os períodos de nossa vida: ao iniciar de cada semana, no princípio, execução e finalização de cada um dos nossos projetos. Ele nos conserva firmes e fortes para juntos caminharmos no processo de teshuvah, não somente hoje, mas, ontem, amanhã e sempre!

"Baruch Shem Kevod Malchutó Leolam Vaed" - "Bendito é o Nome Daquele cujo Glorioso Reino é Eterno"

por: Yafah, Reyna e Rivkah

Nenhum comentário:

Postar um comentário