sábado, 20 de abril de 2013

CICLO TRIENAL LEYELADIM - SEDRAH 106 (OS 12 ESPIÕES ENVIADOS À TERRA DE KENA'AN)


Shalom, Yeladim
No Shabat passado estudamos sobre o pecado de Miriyam e Aharon por terem feito Lashon Harah contra Mosheh e o quanto isso enfureceu o Eterno. Miriyam foi expulsa do Arraial por uma semana, tendo seu corpo ficado inteiramente branco, por causa da Tsara’at. Também, aprendemos como lidar com situações em que pensamentos ruins vêm a nossa mente, para que não cometamos o mesmo erro e, consequentemente, desagrademos a HaShem.
Vamos ao nosso estudo desta semana?

OS 12 ESPIÕES ENVIADOS À TERRA DE KENA'AN
Bamidbar/Números 13:1-33 
A Sedrah desta semana começa com HaShem falando a Mosheh para enviar, por sua própria conta, um homem importante de cada tribo para expiar a terra que Ele, HaShem, prometera dar aos B’ei Yisrael, desde os tempos de Avraham: ”Envia para ti homens para expiarem o território kena’anita que Eu darei aos B’nei Yisrael. Envia um príncipe de cada tribo”. Bamidbar (Números) 13:1-2.

Mosheh separa então, doze homens (exceto os da Casa de Levi) e os orienta a observarem tudo o que vissem, para trazerem informações sobre a terra. “Subi pelo Sul até o monte. Vejam que espécie de terra ela é. O povo que vive lá é fraco ou forte, pouco ou muito? A área habitada é boa ou má? As cidades em que eles vivem são abertas ou cercadas (fortalezas)?  O solo é rico ou pobre? A terra tem árvores ou não? Façam um esforço especial para trazer alguns dos frutos da terra". Bamidbar (Números) 13:18-20.

O espias foram e fizeram tudo conforme Mosheh havia ordenado. Permaneceram na terra por 40 dias e, finalmente, trouxeram todas as informações e até um cacho de uvas tão grande, que foi necessário duas varas para sustenta-lo; levaram também romãs e figos

Curiosidade:- Por causa do cacho (eshkol) de uvas o o lugar ficou conhecido como Vale de Eshkol (Vale dos Cachos).

Dez, dos doze enviados a espionar a terra retornam com um relatório negativo, dizendo que seria impossível ao povo conquistar as poderosas nações que lá viviam.  E eles contaram a Mosheh: "Fomos à terra que nos enviaste e nela realmente fluem leite e mel, e este é o seu fruto. No entanto, o povo que vive na terra é forte e as cidades são grandes e fortificadas. Nós também vimos os descendentes dos gigantes lá.  Amalek vive na área do Negev (Sul), os Chititas, Jebuseus e os Emoreus vivem nos montes e os Kena’anitas vivem perto do mar e sobre as ribanceiras do Yarden (Jordão). Kalev (Caleb) tentou acalmar o povo, dizendo: "Subamos e ocupemos a terra, pois certamente prevalecemos contra ela’. Mas, os homens que tinham saído com ele replicaram: ‘Não poderemos contra eles, pois, são mais fortes do que nós’! E começaram a “falar mal” da terra que tinham explorado. Eles contaram aos Israelitas: ‘A terra que fomos explorar consome seus habitantes. E os homens são enormes! Enquanto nós estávamos lá, nós vimos os nefiliyim, filhos dos gigantes. Perto deles somos como gafanhotos!”.  Bamidbar (Números) 13:27-33.

O que podemos ver nesse perek (capítulo) é que os espias começaram relatando os pontos fortes da terra para, em seguida, começarem a colocar defeitos (denegri-la).  Kalev e Yehoshua, no entanto, mesmo tendo visto as mesmas coisas que eles, tiveram um relatório positivo, certamente, acreditando que com a intervenção de HaShem, não haveria impossível.

É claro que HaShem sabia o que havia na terra de Kena’an. Todavia, enviar aqueles homens para espiar a terra foi uma forma de testar a confiança deles diante das adversidades; se agiriam com fé ou se ficariam atemorizados.

E eles foram à terra, observaram tudo o que viram e relataram, certo?  Então, qual foi o erro dos 10 espias? 

Certamente, o erro deles foi “tirar uma conclusão de algo aparente e transmiti-la como verdade", a despeito disso contrarias aquilo que O Eterno havia dito (dar a terra ao Povo de Israel).

Yeladim, não devemos temer diante de situações em que o Elohim de Yisra’El promete estar à frente (e há muitos exemplos disso na Bíblia), como o caso dos espias! Tenha certeza de que Elohim é fiel e cumpre o que promete, mas, sempre nos testa. Por isso, devemos tomar um cuidado todo especial diante de situações em que possamos estar sendo “testados”, para não agirmos com incredulidade. O Eterno prova e conhece os corações! 

Uma lição a ser aprendida com o episódio dos espias é não julgar uma situação, apenas com base em nossos pensamentos; nem tirar conclusões apressadas só porque algo parece difícil, pois, temos grandes limitações para enxergar os propósitos de HaShem e - se nos deixarmos levar pelo nosso enganoso coração - facilmente, podemos incorrer no mesmo erro deles.
por Yossef Michael 
ATIVIDADES:
(Os espias com o cacho de uvas)

Perguntas:

1  Quantos espiões foram mandados por Mosheh para espiar a terra de Kena'an?

____________________________________________
2  O que eles deveriam observar? (Relate tudo o que foi pedido)
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
3  Quantos trouxeram boas notícias e qual nome deles?
____________________________________________
____________________________________________
4  O que os outros disseram sobre a terra?
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________


oooOOOoo

Nenhum comentário:

Postar um comentário