sábado, 6 de abril de 2013

CICLO TRIENAL LEYELADIM - SEDRAH 104 (A MURMURAÇÃO DO POVO E O ENVIO DE ALIMENTO)

Shalom, Yeladim

Estamos no Perek (capítulo) 11 do Livro de Bamidbar (Números) e temos visto o quanto HaShem, tem mostrado Sua Chessed (Graça e Misericórdia) sobre Am'Israel, desde a saída milagrosa de Mitzrayim (Egito), até a peregrinação do povo no deserto (Bamidbar). 

No capítulo anterior pudemos ver que, como não havia um tempo previamente estipulado para cada estadia (tempo de parada do acampamento) - isto dependia unicamente do deslocamento da nuvem durante o dia e do pilar de fogo à noite. Para que o povo não fosse pego desprevenido, Hashem ordenou que fossem confeccionadas duas trombetas de prata; elas serviriam para convoca-los tanto em caso de viagem, guerra, alguma solenidade ou outras necessidades. Então, de acordo com o número de toques, o povo saberia qual era a finalidade da convocação.
Obviamente, a maior lição aprendida na Sedrah passada foi "colocar nossa vida totalmente nas mãos de HaShem: "esperar pelo Seu tempo; depender totalmente de Sua orientação", através de Sua Torah. 
Uma linda lição, não é mesmo?

Mas, vamos ao nosso estudo semanal!

A MURMURAÇÃO DO POVO E A PROVIDÊNCIA DO ETERNO
Bamidbar/Números 11:1-35 
Então, após ficarem quase um ano acampados perto do monte Sinai, levantaram acampamento e, segundo a ordem de Mosheh, partiram do deserto do Sinai em direção ao deserto de Paran. 
O Perek 11 começa dizendo: "E aconteceu que, queixou-se o povo falando o que era mal aos ouvidos de HaShem; e ouvindo YHWH a sua ira se acendeu; e o fogo de HaShem ardeu entre eles e consumiu os que estavam na última parte do arraial". Bamidbar (Números) 11: 1.
Mal chegaram ao lugar do acampamento e o povo já se pôs a reclamar de HaShem para Mosheh e a Torah nos dá "pistas" do porque!  E a mistura de povos, que estava no meio deles, veio a ter grande desejo; pelo que os filhos de Israel também tornaram a chorar, e disseram: Quem nos dará carne para comer?” Bamidbar (Números) 11:4.
Influenciados pelo grupo de egípcios que se uniu aos Bnei Israel na saída do Egito, parte do Povo Israelita começou a se queixar do Manah (pão que caia do céu) e da falta de “variedade do cardápio (rs)”, dizendo: "Quem nos dará carne a comer? Que saudades das comidas que comíamos de graça no Egito;  e das cebolas, e dos alhos. E aqui só temos o Manah". 
Certamente, isso fez com que HaShem ficasse extremamente irado contra eles, afinal, tinham visto tantos milagres e recebido tanto cuidado do Seu Elohim. Como era possível serem tão injustos?  Bastou uns poucos egípcios começarem a relembrar das comidas do Egito para se esquecerem que lá eles eram escravos?! Quanta ingratidão, não é mesmo, Yeladim!
As Escrituras nos falam que O Eterno ficou tão irado, que parte daquele povo que reclamou, foi destruído ali mesmo no arraial. 
Hashem, então, manda Mosheh dizer ao povo que, se eles querem carne, vão receber tanta carne, que vão até enjoar de tanto comer. 
"Então soprou um vento do SENHOR e trouxe codornizes do mar, e as espalhou pelo arraial quase caminho de um dia, de um lado e de outro lado, ao redor do arraial; quase dois côvados sobre a terra. Bamidbar (Números) 11:31.
Hashem, então, mandou milhares e milhares de codornas sobre o arraial - uma quantidade tão grande que tiveram de estocar. No entanto, a Torah não faz qualquer menção a respeito daquele povo ter se lembrado de agradecer, assim, no momento em que ainda estavam mastigando a carne, O Eterno pune os murmuradores com uma praga mortal.
Podemos ver, Yeladim, que a partir do momento que o povo "deixou de confiar na provisão (sustento) de HaShem" e passou a se "ocupar" em ouvir as reclamações daqueles que ainda eram fracos na fé, acabaram tão contaminados, que se esqueceram de todo o bem que YHWH lhes havia feito; pensando com saudades nas "sobras" que recebiam no tempo de escravidão no Egito.
Logo, a lição que podemos tirar desta Sedrah é que, enquanto mantivermos nosso coração puro e grato a HaShem, apegados às Suas Instruções (Torah) e confiantes do Seu cuidado, ela nos servirá de guia e servirá de "escudo" para nos proteger de seguirmos os passos daqueles que estão fracos espiritualmente ou, daqueles que só buscam a HaShem por causa das coisas materiais.
Isto é um aviso, para que sempre nos lembremos da bondade de HaShem para conosco e nunca murmuremos por bobagens (o que vamos comer, onde vamos dormir etc), mas, quanto mais dificuldades aparecerem, mais certeza deveremos ter de viver e ver Seus milagres.

ATIVIDADES:


(para imprimir e pintar)
Perguntas:

1  Segundo a Sedrah, por quê o povo de Israel estava reclamando?
_____________________________________
_____________________________________
2  Com quem o povo de Israel se "contaminou"?
_____________________________________
3  Qual o castigo dado aos murmuradores?
_____________________________________
3  Encontre na Bíblia passagens que falem da Torah como "escudo" e coloque as referências (se achar difícil, peça ajuda aos mais velhos).
_____________________________________
_____________________________________
_____________________________________

4  O que pode nos impedir de ver os milagres de HaShem ainda hoje?
__________________________________________
5  O que você pode aprender com a Sedrah desta semana?
_____________________________________
_____________________________________
Bom estudo e Shabat Shalom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário