quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

CICLO TRIENAL - SEDRAH 100 (Semana de 17 a 23 de fevereiro/2013)

Torah:    Bamidbar/Números 6:1-21     
Tema(s):  O Voto de Nazir/Nazireu
Haftarah:  Shofetim/Juízes 13, 14 e 16; Yirmyahu/Jeremias 35
Tema(s)    Shimson/Sansão: Nascimento e histórias; Os filhos de Rechav/Recab
Tehilim: Tehilim/Salmos 100 
Tema(s):  Louvor a YHWH
Shirim u’Chochmah: Mishlei/Provérbios 30:7-14
Tema(s):  Louvor a YHWH; Palavras de Agur (II)
Reflexão: Sefer Chochmah Yeshua ben Sirach/Livro da Sabedoria de Yeshua filho de Sirach 30

PERGUNTAS

1 - Quais as condições para o voto de nazir (nazireu)? O aconteceria se alguém fizesse esse voto nos dias atuais?

2 - Qual era o ponto fraco de Shimshon (Sansão) exibido nos capítulos 14 e 16 de Shoftim (Juízes)?

3 - Que qualidade os filhos de Rechav (Recab) demonstravam e que faltava aos filhos de Israel em geral?

4 - A que portas o salmista se refere no Sl. 100?

5 - Por que você acha que Agur pediu a Elohim que não lhe desse nem riqueza, nem pobreza?

TEHILIM/Salmos 100
(na perspectiva semita)
Um salmo de ação de graças. Habitantes de toda a terra, aclamai com regozijo o Eterno. Apresentai-vos com cânticos diante Dele e servi-O com alegria. Lembrai que o Eterno é Elohim; Ele nos fez e somente a Ele pertencemos. Somos Seu povo, o rebanho de Quem é pastor. Com ação de graças atravessai Seus pórticos e erguei louvores em Seus átrios; rendei-Lhe graças e bendizei Seu Nome. Porque pleno de bondade é o Eterno; Sua misericórdia é eterna e Sua fidelidade e dedicação se estendem por todas as gerações.
Transliterado
Mizmor letodah, hariú l'Adonai kol haáretz. Ivdú et l'Adonai vessinchah, bou lefanav birnana. Deú ki Adonai hu Elohim, hu assánu velô anachnu, amô vetson mar'ito. Bou shearav betodah, chatsorotav b'tehila, hôdu ló, barechú shemô. Ki tóv Adonai, leolam chasdo, vead dor vador emunató.

Cantando o Tehilim 100

ECLESIÁSTICO/Ben Sirach 
Capítulo (Perek) 30
A Educação dos Filhos


1 [Sobre os filhos.] Quem ama o filho não lhe poupa o chicote, para poder mais tarde alegrar- se com ele.
2 Quem ensina o filho, colherá fruto nele e se orgulhará no meio dos familiares.
3 Quem ensina o filho, deixará os inimigos com inveja e dele se orgulhará no meio dos amigos.
4 Se o pai vem a morrer, é como se não morresse, pois deixa em seu lugar alguém que lhe é semelhante.
5 Em vida, sentiu alegria ao vê-lo; na morte não se entristeceu, nem teve de envergonhar-se diante dos inimigos;
6 deixou um defensor da casa contra os inimigos e alguém que retribua os favores aos amigos.

7 Quem mima o filho deverá tratar-lhe as feridas e, a todo gemido, suas entranhas se perturbarão.
8 Cavalo não domado torna-se recalcitrante: filho indisciplinado torna-se atrevido.
9 Mima teu filho, e te causará medo; brinca com ele, e te entristecerá.
10 Não rias com ele, para que não sofras e não venham, no fim, a embotar-se teus dentes.
11 Não lhe dês poder na juventude, nem dissimules os seus erros.
12 Dobra-lhe o pescoço enquanto jovem e bate-lhe nas nádegas enquanto criança, para que não venha a obstinar-se e a não atender-te, e não venhas a sofrer em teu íntimo por causa dele.
13 Ensina teu filho e ocupa-te com ele, para que não venhas a sofrer com a sua depravação.
Mais vale Saúde que Riqueza
14 É melhor um pobre são e cheio de forças do que um rico fraco e atormentado em seu corpo.
15 A saúde do corpo é melhor que todo o ouro e a prata; e um espírito vigoroso, mais do que imensa fortuna.
16 Não há riqueza maior que a saúde do corpo, nem contentamento maior que a alegria do coração.
17 É melhor a morte do que uma vida amarga; e o descanso eterno, mais que uma doença prolongada.
18 Bens expostos ante uma boca fechada são como exposição de manjares à beira de um túmulo.
19 De que serve ao ídolo a libação? Ele não come, nem sente o cheiro!
20 Assim é quem foge do Senhor, levando consigo a paga da iniqüidade:
21 ele vê com os olhos e suspira, como suspira o eunuco, abraçando uma virgem.
A Alegria
22 Não entregues tua alma à tristeza e não aflijas a ti mesmo com tuas preocupações.
23 A alegria do coração é a vida da pessoa, tesouro inexaurível de santidade, a alegria da pessoa prolonga-lhe a vida.
24 Tem compreensão contigo mesmo e consola teu coração; afugenta para longe de ti a tristeza.
25 A tristeza matou a muitos e não traz proveito algum;
26 o ciúme e a raiva abreviam os dias, como a preocupação traz a velhice antes do tempo.
27 Um coração luminoso e bom está num contínuo festim; seus manjares são preparados com capricho.
Bom estudo e Shavuah Tóv!


Nenhum comentário:

Postar um comentário