sábado, 28 de dezembro de 2013

REFLEXÃO SEDRAH 142 - EM DEVARIM 27 (A CAIAÇÃO)

(Shabat Shalom)
A Sedrah desta semana nos fala sobre as bênçãos e maldições que seriam consequências da obediência ou não de nossos pais e, cujo efeito, é sentido até os dias de hoje.


Porém, algo bastante particular, chamou minha atenção. 

Vamos falar aqui dos passukim/versículos de Devarim/Deuteronômio 27:2-4: “No dia em que atravessares o Yarden/Jordão para entrares na terra que YHWH, teu Elohim, te dará, levantarás algumas grandes pedras e as pintarás com cal (basiyd). Atravessado para adentrar na terra que YHWH, o teu Elohim, te concede, uma terra onde manam leite e mel, como ADONAY, o Elohim dos teus antepassados, te prometeu. Logo após ter atravessado o Jordão erigirás essas rochas, conforme hoje te ordeno, sobre o monte Ebal, e as caiarás (basiyd).

Historicamente, a cal é utilizada desde longínquos tempos na construção civil, pelas mais diversas civilizações. Seu uso é muito anterior ao do cimento, cuja descoberta remonta ao período de domínio romano. Existem relatos de utilização da cal como uma argamassa ligante desde tempos muito remotos.

“A mais antiga aplicação da cal como aglomerante foi encontrada na Sérvia, ex-Iugoslávia, nas ruínas de uma casa datada de 5600 a.e.c., com o piso feito de uma cal vermelha, areia, e pedregulho, mas o produto começa a aparecer com freqüência nas construções a partir da civilização egípcia. O material de vedação da Pirâmide de Quéops (Khufu) (2.700 a.e.c.) demonstrou que os egípcios tinham experiência na utilização da argamassa de cal. Na pirâmide do faraó egípcio Tutancâmon (1.450 a.e.c.), há uma porta construída com enormes pedras rebocadas com argamassa, e na antecâmara havia um recipiente com argamassa utilizada para rebocar a porta. Podemos então considerar que o cimento, como o conhecemos hoje, têm sua origem em 2500 a.e.c., com essa argamassa egípcia constituída por uma mistura de gesso calcinado. Esse conhecimento difundiu-se pelos povos do Oriente e posteriormente pelo Mediterrâneo, Grécia e Roma. No Palácio de Knossos (2.000 a.e.c.), em Creta, foram encontrados locais revestidos com duas camadas de argamassa com cal e fibras de cabelo, utilizadas como telas para afrescos. Uma extensa muralha foi construída em torno de Jericó (1000 a.e,c.), a 23 km de Jerusalém, para proteção da cidade. Em O Nome da Rosa, Umberto Eco, cita uma ampola com amostra de argamassa usada na construção da muralha entre as relíquias e tesouros guardados na abadia (Guimarães, 1997).”

Mas qual a relevância da cal para a compreensão da mensagem que a Torah procura nos transmitir?

Creio que o hebraico possa nos ajudar a esclarecer esta interessantíssima relação!

A palavra aqui traduzida como “as pintarás com cal” ou mesmo “as caiarás” é "basiyd", do radical "siyd". Encontrei apenas uma passagem no Tanach em que "siyd" tenha sido utilizada e a mesma está em Yeshaiyahu/Isaías 33:12, “E os povos serão como as queimas de cal; como espinhos cortados arderão no fogo”.

Nesta passagem de Yeshaiyahu/Isaías, vemos que as nações seriam como as “queimas de cal”?!?!?
Mas por que isto? O que é esta queima de cal?

(cacos de carbonato de cálcio)
O carbonato de cálcio é a rocha que encontramos na natureza e que, quando submetida a grandes temperaturas, acima de 800°C, dá origem ao óxido de cálcio (a cal viva). A cal extinta como hoje utilizamos em diversos processos construtivos passa ainda por outros processos de britagem e de hidratação para se chegar aos mais diversos fins. Ou seja, após a queima e com a adição de água, podemos conseguir fazer com que a cal seja utilizada tanto como uma argamassa para assentamento de pedras, calcárias ou não, como para se utilizar como um material de pintura, entre outras.

Em minha modesta opinião, as duas leituras são possíveis. Tanto como uma pintura ou mesmo como um material de assentamento. 

A segunda leitura, porém, quando confrontada com a passagem seguinte nos traz um interessante e diferente entendimento, senão vejamos:

Yeshaiyahu/Isaías 27:9, “Por isso se expiará a iniqüidade de Ya’akov/Jacó, e este será todo o fruto de se haver tirado seu pecado; quando ele fizer a todas as pedras do altar como pedras de cal (gir) feitas em pedaços, então os bosques e as imagens não poderão ficar em pé”.

A palavra desta passagem de Yeshaiyahu/Isaías para cal é, no hebraico, "gir", cujas letras são as mesmas utilizadas para se referirem de forma praticamente absoluta em todas as Escrituras, para “estrangeiro, peregrino”"ger". Como no hebraico antigo não havia a vocalização, como hoje conhecemos, é perfeitamente possível que a palavra seja exatamente a mesma utilizada para ambos os casos.

A mitsvah/determinação de Devarim/Deuteronômio 27 foi cumprida, conforme a passagem seguinte:

Yehoshua/Josué 8:28-30, “Então Yehoshua/Josué edificou um altar ao Eterno Elohim de Yisra’El, no monte Ebal. Como Mosheh/Moisés, servo do Eterno, ordenara aos filhos de Yisra’El, conforme ao que está escrito no livro da Torah/lei de Mosheh/Moisés, a saber: um altar de pedras inteiras, sobre o qual não se moverá instrumento de ferro; e ofereceram sobre ele holocaustos ao Eterno, e sacrificaram ofertas pacíficas. Também escreveu ali, em pedras, uma cópia da Torah/lei de Mosheh/Moisés, que este havia escrito diante dos filhos de Yisra’El”.

Mas e agora, qual a relação da caiação, da cal com esta questão do altar?

Vemos que, conforme a passagem de Yeshaiyahu/Isaías, as pedras de cal (gir) serão o ponto de partida para a redenção de nosso povo, Am Yisra’El, pois então se verá que a transgressão à Torah será eliminada de nosso meio, já que a abominação causada pela adoração a outros elohim não mais será vista, daí a referência aos bosques e imagens que não mais ficarão em pé...

Porém, esse altar precisa ter suas pedras “alvas”, caiadas, o que só é possível após a passagem das mesmas pelo fogo, ou seja, há necessidade de um grande processo de purificação a ser feito, primeiro cauterizando-se nossos corações e mentes, para que possamos reconhecer ao Criador como Echad/Único.

Para que haja estabilidade, ou seja, para que esta construção “pare em pé”, há ainda a necessidade de uma “argamassa ligante” para que as pedras não deslizem, uma vez que não há a utilização de ferramentas para se “trabalha-las”, estando estas pedras em um estado natural, não trabalhado por mãos humanas... A obtenção desta argamassa só é possível, também após a “calcinação/queima” em elevadíssimas temperaturas...

Ainda que os homens sejam capazes de promover esta “queima” para a obtenção da cal viva, é do Eterno que vem o “toque final”, ou melhor, a adição da “água”, a responsável por transformar a cal viva em extinta e daí, moendo-a chegarmos a este material, utilizado tanto para a pintura como para o preparo da argamassa ligante...

Não para por aí... O reajuntamento de Seu povo, hoje “perdido” entre as mais diversas nações é justamente o elemento formador deste altar, pois o “estrangeiro”ger, precisa reconhecer ao Criador como sua única fonte de expiação para que, uma vez reajuntado, possa estar ligado, como nos é dito na passagem de Yeshaiyahu/Isaías 27:9, como pedras de calgir, e uma vez “caiados e assentados”basiyd, estejam prontos para que possamos oferecer novamente sacrifícios ao Elohim altíssimo!!! O estrangeiro que aceita retornar ao Criador quando em conjunto com o natural dão a sustentação necessária para a ação final do Criador, BH!!!

Vemos que aqueles que, diligentemente, não desejarem seguir Suas Mitsvot/Mandamentos estarão sujeitos às queimas de cal... Serão extirpados como espinhos que queimam no fogo!!! Somente aqueles que forem realmente como a cal, rochas sólidas, suportarão o processo de purificação...

Impressionante, não?!?!?! Como já dito em outras vezes, a Torah é prática!!! Tudo isto dito em uma linguagem perfeitamente acessível a nossos pais, tão acostumados aos trabalhos na “indústria” da construção egípcia...
Shabat Shalom!!!
Chazak, Chazak Venit Chazek!!!
Força, força e que sejamos fortalecidos!!!

*Dados extraídos da seguinte fonte: "Sobre as origens e desenvolvimento do concreto - About the origins and development of reinforced concrete"
João Dirceu Nogueira de Carvalho

Prof. Dr. Departamento de Engenharia Civil Universidade Estadual de Maringá. 
E-mail: jdnc@uem.br

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

CICLO TRIENAL - SEDRAH 142 e VÍDEO (Semana de 22 a 28 de dezembro/2013)

(Shabat Shalom)
Torah: Devarim/Deuteronômio 26:1 - 29:8  
Tema: Primeiros frutos e os dízimos; Altar no Monte Ebal; Bençãos e Maldições; Ratificação da Aliança
Haftarah: Yirmiyahu/Jeremias 24; Yechesk'El/Ezequiel 15 e 35; Tzefaniyah/Sofonias 3
Tema(s): Os dois cestos de figos; Yerushalayim, videira selvagem; Profecia contra Edon
Shir Mizmor: Tehilim/Salmos 142
Tema: Refúgio no Eterno

TORAH
Devarim/Deuteronômio 26:
1Quando entrares na terra que YHWH, o teu Elohim, te prometeu dar como herança, e dela tiveres tomado posse e lá estiveres habitando, 2tomarás alguns dos primeiros frutos de tudo que recolheres do solo que YHWH, teu Elohim, te dará e, depositando-os num cesto, irás ao lugar que ADONAY, teu Elohim, houver escolhido para aí fazer habitar seu santo Nome. 3Virás ao sacerdote em função naqueles dias e lhes dirás em voz alta: ‘Declaro hoje diante de YHWH, meu Elohim, que entrei na terra que o Eterno, sob juramento, prometera conceder aos nossos antepassados!’ 4O Kohen/sacerdote receberá o cesto de tua mão, e o colocará perante o altar de ADONAY, teu Elohim.5Então, solicitando a palavra, tu declararás em alta voz diante de YHWH, teu Elohim: ‘Meu pai era um arameu errante. Ele desceu a Mitzrayim/Egito com um pequeno grupo de pessoas e ali viveu e tornou-se uma grande nação, poderosa e numerosa. 6Contudo, os egípcios nos maltrataram e nos humilharam, impondo-nos uma dura escravidão. 7Gritamos então a YHWH, Elohim dos nossos pais; o Eterno ouviu a nossa voz: observou a nossa miséria, nosso sofrimento e nossa contínua opressão. 8E ADONAY nos fez sair do Egito com mão poderosa e braço forte, em meio a grande espanto e pavor, com sinais maravilhosos e prodígios. 9Ele nos conduziu a este lugar e nos entregou esta terra, terra onde manam leite e mel. 10E agora, portanto, eis que trago a primeira parte das colheitas da terra que tu, ADONAY, me deste!’ Em seguida, depositarás o cesto perante YHWH, o teu Elohim, e te curvarás em sinal de louvor a YHWH, teu Elohim. 11Tu te alegrarás, então, por todas as bênçãos e produtos que ADONAY, teu Elohim, concedeu a ti e à tua casa, e, juntamente contigo, o levita e o estrangeiro que reside em teu meio. 12No terceiro ano, ano dos dízimos, quando tiveres acabado de separar todo o dízimo da tua colheita e o tiveres dado ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva para que comam e fiquem saciados em tuas cidades, 13tu declararás diante de YHWH, teu Elohim: ‘Tirei de minha casa o que estava consagrado e o dei ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, conforme todos os mandamentos que me ordenaste. Não transgredi nem me esqueci dos teus decretos. 14Da porção sagrada nada comi durante o meu luto e, estando eu cerimonialmente impuro, dele nada tirei e dele nada ofereci aos mortos. Obedeci à voz de YHWH, meu Elohim, e agi de acordo com tudo o que me ordenaste. 15Inclina-te, pois, da tua morada santa, no céu, e abençoa o teu povo Israel, como também o solo que nos deste, conforme juraste aos nossos pais, uma terra que gera leite e mel!’ 16Hoje YHWH, o teu Elohim, te ordena cumprir estes decretos e ordenanças. Cuidarás de colocá-los em prática com todo o teu coração e com toda a tua alma. 17Hoje fizeste declarar que o Eterno será teu Elohim, e que tu andarias em seus abençoados caminhos, observando seus estatutos, seus mandamentos e seus princípios, e obedecendo à sua Palavra. 18E hoje YHWH declara que, conforme prometeu, tu és o seu povo, o seu tesouro pessoal, conforme te falou, e que deves obedecer a todos os seus mandamentos. 19Ele declarou que te faria superior, em honra, fama e glória, a todas as nações que ele fez, e tu serás um povo consagrado a YHWH, teu Elohim, conforme Ele prometeu”.

Devarim/Deuteronômio 27:
1Mosheh e os anciãos, autoridades de Israel, ordenaram então ao povo: “Observa todos os mandamentos que hoje te ordeno! 2No dia em que atravessares o Yarden/Jordão para entrares na terra que YHWH, teu Elohim, te dará, levantarás algumas grandes pedras e as pintarás com cal. 3atravessado para adentrar na terra que YHWH, o teu Elohim, te concede, uma terra onde manam leite e mel, como ADONAY, o Elohim dos teus antepassados, te prometeu. 4Logo após ter atravessado o Jordão erigirás essas rochas, conforme hoje te ordeno, sobre o monte Ebal, e as caiarás. 5E lá edificarás um altar em louvor a YHWH, teu Elohim, um altar de pedras não trabalhadas por ferro; 6é com pedras brutas que vais edificar o altar de ADONAY, o teu Elohim, e sobre ele oferecerás holocaustos, sacrifícios totalmente queimados, a YHWH, teu Elohim. 7Oferecerás ali sacrifícios de paz e comunhão. Comerás as ofertas com gratidão e alegria na presença do Eterno, o teu Elohim. 8Sobre essas pedras que ergueres escreverás com bastante clareza todas as palavras desta Lei!” 9Então Mosheh, tendo ao seu lado os sacerdotes levitas, proclamou a todo o Israel: “Faze silêncio e ouve com atenção, ó Israel! Hoje, vieste a ser povo de YHWH, teu Elohim. 10Portanto, obedecerás à voz de ADONAY, teu Elohim, e lhe cumprirás os mandamentos e os decretos que hoje te ordeno!” 11No mesmo dia Mosheh ordenou ao povo: 12“Quando houveres passado o Jordão, as tribos que estarão sobre o monte Gerizim para abençoar todo o povo serão: Shimon/Simeão, Levy/Levi, Yehudah/Judá, Isachach/Issacar, Yosef/José e Benyamin/Benjamim. 13E as tribos que estarão no monte Ebal para declararem maldições serão: Reuven/Rúben, Gad/Gade, Asher/Aser, Zevulun/Zebulom, Dan/Dã e Naftali. 14E os levitas recitarão diante de todo o povo de Israel, em alta voz: 15‘Maldita a pessoa que esculpir uma imagem ou fizer um ídolo de material fundido, obra de artesãos, mas abominável a ADONAY, e ainda tentar adorá-la em segredo! E todo o povo em assembleia responderá: Amén, é verdade, assim seja! 16Maldito quem desonrar seu pai ou mãe. E todo o povo dirá: Amén17Maldito quem deslocar o marco de fronteira do seu vizinho. E todo o povo dirá: Amén18Maldito quem fizer o cego errar o caminho. E todo o povo dirá: Amén19Maldito quem negar justiça ao estrangeiro, ao órfão ou à viúva. E todo o povo dirá: Amén20Maldito quem se deitar com a mulher do seu pai, profanando a cama do seu pai. E todo o povo dirá: Amén21Maldito quem tiver relações sexuais com algum animal. E todo o povo dirá: Amén22Maldito quem se deitar com sua irmã, filha de seu pai ou de sua mãe. E todo o povo dirá: Amén23Maldito quem se deitar com sua sogra. E todo o povo dirá: Amén24Maldito quem ferir de morte seu próximo, em oculto. E todo o povo dirá: Amén25Maldito quem aceitar qualquer pagamento para matar uma pessoa inocente. E todo o povo dirá: Amén26Maldita seja toda pessoa que não puser em prática as palavras desta Lei! E todo o povo pactuará, respondendo:Amém, é verdade, assim seja!’

Devarim/Deuteronômio 28:
1Se fielmente obedeceres à Palavra de Adonay, teu Elohim, tendo o zelo de seguir todos os seus mandamentos que neste dia te ordeno, YHWH, o teu Elohim, te exaltará sobre todas as nações da terra! 2Se ouvires a voz do Eterno, teu Elohim, virão sobre ti e te acompanharão todas estas bênçãos: 3Bendito serás tu na cidade e bendito serás no campo. 4Benditos os filhos do teu ventre, como igualmente as colheitas da tua terra, os bezerros e os cordeiros dos teus rebanhos. 5Benditos o teu cesto e a tua amassadeira. 6Bendito serás ao entrares e bendito, ao saíres. 7Adonay fará que sejam derrotados na tua presença os inimigos que se levantarem contra ti; por um caminho, partirão contra ti, mas, por sete caminhos, fugirão da tua presença. 8Adonay enviará bênçãos aos teus celeiros bem como a todo trabalho realizado pelas tuas mãos. YHWH, o teu Elohim, te abençoará ricamente na boa terra que te concede. 9YHWH fará de ti seu povo santo, exatamente como te prometeu sob juramento, se obedeceres aos mandamentos de Adonay, o teu Elohim, e andares nos seus caminhos! 10Então todos os povos da terra verão que és abençoado e protegido pelo Nome de YHWH e terão pavor de ti. 11Adonay te concederá grande prosperidade, no fruto saudável do teu ventre, nas muitas crias dos teus rebanhos e nas colheitas abundantes da tua terra generosa, nesta terra que o Eterno, sob juramento a teus pais, prometeu dar-te.12A Adonay te abrirá o céu, o depósito do seu tesouro, para dar chuva à tua terra no seu tempo e para abençoar toda obra das tuas mãos; emprestarás a muitas gentes, porém tu não tomarás emprestado. 13Adonay fará de ti a cabeça das nações e não a cauda. Se obedeceres aos mandamentos de YHWH, o teu Elohim, que neste dia te ordeno, para os guardar e cumprir. Sendo assim, estareis sempre por cima, nunca por baixo! 14Portanto, não te desviarás, nem para a direita nem para a esquerda, de qualquer dos mandamentos que hoje te ordeno, a fim de seguires outros elohim e prestar-lhes culto. 15Contudo, se não obedeceres à Palavra de YHWH, teu Elohim, não zelando pelo cumprimento de todos os seus mandamentos e decretos que neste dia te ordeno, então virão todas estas maldições sobre ti e te alcançarão: 16Maldito serás tu na cidade e amaldiçoado serás no campo. 17Malditos o teu cesto e a tua amassadeira. 18Malditos os filhos do teu ventre, e o fruto da tua terra, e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. 19Maldito serás ao entrares e amaldiçoado, ao saíres. 20Adonay mandará sobre ti maldições, confusão e repreensão em tudo o que fizeres, até que sejas destruído e sofras repentina ruína por causa da malignidade das tuas ações, pelas quais me abandonaste. 21Adonay te encherá de doenças até banir-te da boa terra em que estás entrando para dela tomares posse. 22Adonay te ferirá com doenças devastadoras, febre e inflamação, com calor abrasador e seca, com ferrugem e mofo, que te infestarão até que morras. 23O céu sobre a tua cabeça se tornará como bronze, o chão debaixo de teus pés, como ferro. 24YHWH transformará a chuva da tua terra em cinza e pó, que descerá do céu sobre ti até que fiques completamente em ruínas. 25Adonay fará que sejas derrotado pelos adversários. Sairás contra eles por um caminho, mas, por sete caminhos fugirás deles, e serás motivo de horror para todos os reinos da terra. 26Os teus cadáveres servirão de alimento para todas as aves do céu e para os animais selvagens da terra, e não haverá quem os possa enxotar. 27Adonay te castigará com as úlceras do Egito e com tumores, feridas purulentas e sarna, males para os quais não descobrirás a cura.  28Adonay te afligirá com loucura, cegueira e confusão mental. 29Andarás sob a luz do meio-dia tateando às voltas, sem rumo, como um cego nas trevas. Não encontrarás prosperidade em nada que realizares; dia após dia serás oprimido e extorquido, sem que ninguém te possa salvar. 30Tu te desposarás com uma mulher, porém outro homem terá relações sexuais com tua esposa; edificarás uma casa, contudo não habitarás nela; plantarás uma vinha, mas não provarás dos seus frutos. 31O teu boi será abatido diante dos teus olhos, porém da carne não te alimentarás; o teu jumento te será arrancado à força e não será devolvido; as tuas ovelhas serão entregues aos inimigos, e ninguém as salvará. 32Teus filhos e tuas filhas serão tomados como escravos e levados para servir a outros povos, e os teus olhos se consumirão à espera deles, dia após dia, sem que te seja possível erguer uma só mão para fazê-los regressar. 33Uma nação que não conheces comerá aquilo que a terra e o teu trabalho árduo produzirem, e sofrerás a mais cruel das opressões todos os dias da tua vida na terra. 34Então te enlouquecerás diante de tudo o que teus olhos virem. 35Adonay te ferirá com úlceras malignas nos joelhos e nas pernas, das quais não te possas curar, desde a planta do pé até o alto da cabeça. 36Adonay te levará, e também o rei que te governar, a uma nação que tu e teus antepassados nunca conheceram. Lá prestarás culto a deuses estranhos, ídolos de madeira e de pedra. 37Serás, assim, motivo de pavor e escândalo, objeto de escárnio e riso para todas as nações por onde Adonay te conduzir. 38Lançarás muitas sementes ao campo de tua terra; no entanto, colherás quase nada, porque os gafanhotos as devorarão. 39Plantarás e cultivarás muitas vinhas, porém do seu vinho não beberás, nem colherás as uvas, porque os vermes as comerão. 40Em todos os teus limites terás oliveiras; porém nem te poderás ungir com azeite, porquanto as tuas azeitonas cairão antes de amadurecerem. 41Gerarás filhos e filhas, mas não ficarão contigo, porque estrangeiros os levarão para servirem no cativeiro. 42Enxames de gafanhotos se apoderarão de todas as árvores e plantações da tua terra. 43O estrangeiro que está no meio de ti progredirá e terá mais sucesso todos os dias, enquanto tu regredirás a cada momento, mais e mais. 44Ele emprestará a ti, porém tu não lhe emprestarás; ele será considerado como cabeça entre as nações, e tu serás a cauda. 45Portanto, todas estas maldições virão sobre ti e te perseguirão e te alcançarão até que sejas completamente destruído; porquanto não ouviste a voz do Eterno, teu Elohim, para guardares seus mandamentos e seus estatutos, que te ordenou. 46Estas maldições serão um prodígio e um sinal eterno para teus descendentes por todas as gerações futuras. 47Considerando que não quiseste obedecer e servir a Adonay, teu Elohim, com alegria e bondade de coração, na abundância de tudo o que Ele proveu para teu usufruto, 48então servirás ao teu inimigo, que o Eterno enviará contra ti, trazendo fome, sede, nudez, falta de absolutamente tudo; e o adversário ainda colocará um jugo de ferro sobre teu pescoço até exterminar-te! 49Adonay trará de terras muito distantes, dos confins da terra, uma nação pagã que se levantará contra ti como a águia em mergulho; nação cujo idioma não conseguirás entender, 50povo de aparência feroz, sem respeito nem pudor pelos idosos, tampouco qualquer misericórdia para com os jovens. 51Essa nação devorará as crias dos teus animais e as plantações da tua terra até que sejas completamente destruído. Ela não te deixará sobrar nenhuma porção de trigo, vinho ou azeite, como também nenhum bezerro ou cordeiro dos teus rebanhos, até que estejas totalmente arruinado. 52Esse povo sitiará todas as cidades da tua terra, até que caiam os altos muros fortificados nos quais colocas tua confiança. Sitiará igualmente todas as tuas cidades, em toda a terra que Adonay, o teu Elohim, te concede! 53Por causa do tremendo sofrimento a que teu inimigo te submeterá durante aquele terrível cerco serás obrigado a comer o fruto do teu próprio ventre, a carne dos teus próprios filhos e filhas que Adonay, o teu Elohim, te deu! 54Até mesmo o ser humano mais fraterno e educado entre todos os membros do teu povo não demonstrará a menor compaixão por seu irmão, pela mulher que ama e pelos filhos que sobreviverem, 55de modo que não repartirá com nenhum deles ao menos um pedaço da carne dos próprios filhos que estiver devorando, pois nada lhe sobrará devido aos muitos sofrimentos que teu adversário te infligirá durante o grande e devastador cerco de todas as tuas cidades. 56Do mesmo modo, quanto à mulher israelita mais gentil e delicada entre todas as de teu povo, tão fina e educada que não ousaria tocar a terra com a planta do pé, seu olho se tornará maligno para com o marido a quem ama e para com o próprio filho ou filha, 57não lhes entregando nem a placenta do ventre nem os filhos que gerar; porquanto a verdadeira intenção dela é devorá-los secretamente durante aquele horrível cerco e em meio aos grandes sofrimentos que teu adversário desferirá sobre as tuas cidades. 58Portanto, se não seguires fielmente todas as palavras desta Torá, Lei, escritas neste livro, e não amares reverentemente este Nome glorioso e terrível, YHWH, o teu Elohim, 59então Ele enviará, como castigo, pestes horríveis sobre ti e sobre teus descendentes, desgraças terríveis e prolongadas, doenças graves e crônicas.60Ele enviará contra ti todas as moléstias do Egito que temeste; e se apegarão a ti. 61Também Adonay fará vir sobre ti toda enfermidade e toda praga que não estão escritas no livro desta Torá, Lei, até que sejas absolutamente arrasado. 62Assim, restarão apenas uns poucos de vós em número de homens, vós que éreis, no passado, tão numerosos quanto as estrelas do céu! Porque não destes ouvidos à Palavra de Adonay, vosso Elohim. 63Do mesmo modo como foi agradável a YHWH fazer-vos prosperar e multiplicar em número, também lhe será agradável destruir-vos e fazer-vos perecer. Sereis, pois, desarraigados da boa terra em que estais entrando para dela tomar posse. 64Então YHWH vos dispersará por todos os povos, de um extremo da face da terra ao outro, e aí servirás a elohim estranhos que nem tu nem teus antigos pais conheceram, feitos de madeira e de pedra. 65Em meio a essas nações pagãs jamais terás paz e tranquilidade, e a planta dos teus pés não encontrará um só lugar para descansar. Lá, YHWH te deixará com o coração desesperado, olhos exaustos e aflitos de tanto esperar, e alma ansiosa! 66Viverás em constante incerteza, cheio de medo e terror, dia e noite, sem nenhuma segurança quanto à vida. 67Ao raiar do dia pensarás: ‘Tomara que já fosse noite!’ E ao pôr do sol dirás: ‘Ah! Quem me dera fosse dia!’, por causa do pavor que se apoderará do teu coração e pelo flagelo que teus olhos contemplarão. 68YHWH te fará retornar ao Egito, de barco ou pelo caminho do qual eu te dissera: ‘Nunca mais o vereis!’ Lá sereis postos à venda para os teus inimigos como meros escravos e escravas, e mesmo assim, não haverá quem vos queira comprar!

Devarim/Deuteronômio 29:
1São estes os termos da Aliança que YHWH ordenou a Mosheh/Moisés estabelecer com os israelitas nas terras de Moav/Moabe, além da Aliança feita com eles no monte Sinai, em Horebe. 2Mosheh/Moisés convocou toda a nação de Israel e declarou: “Tendes contemplado tudo o que YHWH realizou na terra de Mitzayim/Egito, contra o Pharoh/Faraó, contra a multidão dos seus servidores e contra a sua terra: 3as grandes e maravilhosas provas que vossos olhos observaram, todos aqueles sinais e prodígios magníficos. 4Contudo, até o dia de hoje Adonay não vos tinha dado um coração sensível ao entendimento, olhos e ouvidos perceptivos, capazes de ver e ouvir com discernimento. 5‘Durante os quarenta anos em que vos fiz caminhar pelo deserto’, disse Ele, ‘nem as vossas vestes, tampouco as sandálias dos vossos pés se gastaram! 6Não tivestes pão para comer, nem vinho para beber, nem outra qualquer bebida fermentada, a fim de que pudesses chegar à compreensão de que Eu Sou YHWH, o vosso Elohim.’ 7Mais tarde, quando fostes trazidos até este lugar, Seom, rei de Hesbom, e Og/Ogue, rei de Bashan/Basã, partiram ao nosso encontro para a guerra, mas nós os vencemos. 8Conquistamos a terra deles e a demos como herança às tribos de Reuven/Rúben e de Gad/Gade e à metade da tribo de Menacheh/Manassés.

HAFTARAH
Yirmiyahu/Jeremias 24:
1Então YHWH mostrou-me dois cestos de figos colocados diante do Templo de Adonay. Isso ocorreu depois que Nabucodonosor levou de Yerushalayim, para o exílio na Babilônia , Iehoniáhu ben Iehoiankim, Jeconias filho de Jeoaquim, rei de Judá, os líderes da Judá, e os artesãos e artífices. 2Um dos cestos continha figos muito bons, como os que amadurecem logo no princípio da colheita; os figos do outro cesto eram ruins, amargosos e intoleráveis ao paladar. 3Então YHWH me indagou: “Que vês, Yirmiyahu/Jeremias?” E eu respondi: Figos. Os bons são muito bons, mas os ruins são insuportáveis. 4Então Adonay dirigiu a mim a Sua Palavra e me revelou: 5“Assim diz YHWH, o Elohim de Israel: Considero como esses bons figos os deportados de Yehudah/Judá, os quais expulsei deste lugar para a terra dos caldeus, os babilônios, a fim de prover-lhes o que é bom. 6Fixarei meus olhos sobre eles, para o seu bem, e os trarei de volta a esta terra. E os edificarei, e não os demolirei; plantarei e não os arrancarei mais. 7Eu lhes darei um coração capaz de conhecer-me e de compreender que Eu Sou YHWH, Adonay. Serão o meu povo e Eu serei o seu Elohim, pois eles se voltarão para mim de todo o coração. 8Todavia, como se procede com os figos ruins e intragáveis”, diz YHWH, “do mesmo modo tratarei com Zedequias, rei de Judá, com os seus príncipes e líderes, e com os sobreviventes de Jerusalém, tanto os que permanecem nessa terra como os que vivem no Egito. 9Eu os tornarei alvo de terror e de desgraça diante de todos os reinos da terra. Para todos os lugares para onde Eu os banir eles se tornarão um exemplo de grande humilhação; objeto de ridículo, vergonha e maldição. 10Enviarei contra eles a guerra, a fome e as doenças epidêmicas até que sejam exterminados da terra que dei a eles e aos seus antepassados!”

Yechesk'El/Ezequiel 15:
1Eis que a Palavra de YHWH veio a mim nestes termos: 2“Filho do homem, em que a madeira da videira é melhor do que o galho de qualquer árvore da floresta? 3Alguma vez a madeira dela é usada para fazer algo útil? Porventura alguém faz suportes com ela para neles pendurar roupas e outros objetos? 4E depois de lançada no fogo para queimar, e que o fogo devora ambas as suas extremidades, e o meio dela também fica carbonizado, terá ainda alguma utilidade? Servirá para alguma boa obra? 5Ora, se não foi de serventia quanto estava inteira e era forte, muito menos agora, quando o fogo a queimar e for jogada ao chão, totalmente destruída. 6Por este motivo, assim declara YHWH, Adonay Elohim: Assim como destinei a madeira da videira dentre as árvores da floresta para servir de lenha para o fogo, também tratarei os habitantes de Jerusalém. 7Virarei a minha face contra eles. Do primeiro juízo de fogo alguns escaparam; mas eis que o mesmo fogo ainda os exterminará; e sabereis que Eu Sou YHWH, ADONAY. 8Eis, portanto, que farei desta terra um deserto, porque este povo me foi desleal! Oráculo de YHWH, Elohim Soberano.”

Yechesk'El/Ezequiel 35:
1E a Palavra de YHWH veio outra a vez a mim, nestes termos: 2“Ó filho do homem, volve o teu rosto contra o monte Seir e profetiza contra ele. 3Dize-lhe: Assim declara YHWH, Adonay Elohim: Ó monte Seir, terras de Edom, eis que Eu estou contra ti; estenderei o meu braço contra ti e te farei uma terra desolada, um lugar deserto e amedrontador. 4Transformarei as tuas cidades em ruínas, e ficarás completamente arrasado. Então reconhecerás que Eu SouYHWH, Adonay. 5Porque mantiveste teu antigo ódio e inimizade, e entregaste os israelitas ao poder da espada no tempo da calamidade deles; na hora da desgraça e quando lhes chegou o juízo e o castigo, 6por este motivo, juro pela minha própria vida, afirma YHWH, o Eterno e Soberano Elohim, que te entregarei ao espírito sanguinário, à morte, e este sangue te perseguirá. Considerando que jamais rejeitaste o espírito da morte, ele te alcançará! 7Então farei do monte Seir um deserto completamente assolado e dele exterminarei os seus transeuntes, todos que por ali vêm e vão. 8Encherei teus montes de cadáveres; os mortos à espada cairão nas tuas colinas, nos teus vales e em todas as tuas correntes de água. 9Eu te devastarei para sempre, e as tuas cidades não mais serão habitadas. Então sabereis que Eu Sou YHWH, Adonay. 10Visto que comentaste: ‘Estas duas nações e povos ainda serão nossos e nos apossaremos deles!’, sendo que Eu,YHWH, estava presente ali, 11juro pela minha vida, Palavra do Eterno e Soberano Adonay, que te tratarei segundo a ira e o ciúme que revelaste através de teu ódio para com eles, e me farei conhecido entre eles no Dia em que o meu julgamento for deflagrado contra ti. 12Então saberás que Eu, YHWH, ouvi todos os teus intentos e blasfêmias proferidos contra os montes de Israel quando comentaste: ‘Ora, eles já estão destruídos, e foram entregues a nós para que os devoremos!’ 13Te enchestes de arrogância contra a minha pessoa, e abristes a tua boca para multiplicar palavras levianas contra mim, e Eu tudo ouvi. 14Agora, pois, assim diz o Soberano, YHWH, Adonay: Enquanto toda a terra se rejubila, Eu agirei e farei de ti um amontoado de entulho no meio do deserto.15Assim como te alegraste com a destruição da herança da nação de Israel, de igual modo te tratarei. Ó monte Seir, tu serás arrasado, e contigo todo o Edom; sim, todas as terras de Edom. E nesse Dia todos entenderão que Eu Sou YHWH, Adonay/o SENHOR.

Tzefaniyah/Sofonias 3: 
1Ai da filha, cidade, rebelde e imoral; obscena e opressora! 2Não dá ouvidos à sabedoria, tampouco aceita qualquer correção; não confia em YHWH, o SENHOR, nem se aproxima do seu Elohim3Entre o próprio povo da nação os seus líderes são leões violentos que rugem o tempo todo; seus juízes são lobos vespertinos, que tudo devoram e nada deixam para o dia seguinte. 4Os seus profetas são levianos, homens ardilosos e traiçoeiros; os seus sacerdotes profanam o Sagrado e violentam a Torá, Lei. 5No meio desta cidade está YHWH, o SENHOR, que é justo e jamais comete um ato maldoso. A cada manhã ele ministra o seu direito e retidão; dia após dia sem nunca falhar. Mas o injusto não se envergonha, nem se arrepende da sua injustiça. 6“Eis que exterminei nações; todas as suas fortalezas estão arrasadas. Deixei desertas as suas ruas. Suas cidades estão completamente arruinadas; nem uma só pessoa sobreviveu; ninguém! 7Então Eu mesmo declarei à cidade: ‘Com certeza agora me dedicarás a tua reverente obediência!’ Pois, deste modo, a destruição não chegaria à tua habitação, nem cairiam sobre ela todos os meus castigos. No entanto, eles ainda estavam ávidos por praticar todo tipo de malignidade. 8Sendo assim, esperai por mim!” adverte YHWH, “no dia em que Eu me levantar para expressar meu testemunho de acusação. Porquanto decidi ajuntar as nações, reunir os reinos e derramar a minha ira sobre eles, todo o furor da minha indignação. E então o mundo todo será consumido pelo fogo do meu zelo e da minha ira! 9E assim haverei de purificar os lábios dos povos, para que todos eles invoquem o Nome de YHWH e o sirvam espontaneamente, e com o mesmo espírito. 10Desde além dos rios da Etiópia os meus adoradores, o meu povo disperso me trarão suas ofertas. 11Naquele dia, não mais sereis humilhados pelos seus muitos atos de rebelião, pois retirarei desta Cidade os que se ufanam da sua soberba. Nunca mais sereis arrogantes no meu santo monte. 12Mas conservarei no meio da Cidade os mansos e humildes, que se refugiarão em o Nome de Adonay:YHWH13Portanto, o remanescente de Israel não mais praticará malignidades, nem injustiças; não faltará com a verdade, nem se encontrará nas bocas dessas pessoas qualquer engano ou falsidade. Eles se alimentarão e descansarão tranquilamente, sem que nada, nem ninguém os perturbe!” 14Canta, pois, alegremente, ó filha, cidade, de Tsión, Sião; rejubila, ó Yisra’êl, Israel, Vencer com Elohim! Regozija-te e exulta de todo o coração, ó filha, cidade, de Yerushalayim! 15Eis que YHWH anulou a sentença de execução que havia contra ti, e fez retroceder todos os teus inimigos. Adonay/O Senhor, Melech Yisra'El/o Rei de Israel, está no meio de ti; daqui por diante, não temerás mal algum! 16Naquele dia se assegurará a Jerusalém: “Não temas, ó Sião; não deixes as tuas mãos desanimarem, nem se enfraquecerem. 17YHWH, Adonay teu Elohim, está no meio de ti, agindo poderosamente para te salvar; ele terá enorme prazer em ti, e com seu amor te renovará completamente, e se alegrará contigo em grande comunhão com brados de vitória e júbilo!” 18“Eu mesmo reunirei os que lamentam a falta das festas solenes, os que se afastaram da vossa companhia, a fim de que isso não mais vos pese como humilhação. 19Nessa época, atuarei severamente contra todos os que te oprimem; salvarei os aleijados e ajuntarei todos os dispersos. Farei com que sejam honrados e respeitados em toda a terra onde foram envergonhados.n20Então, naquele tempo vos reunirei; naqueles dias, Eu mesmo vos trarei de volta para casa. Eu vos darei a honra e o reconhecimento entre todos os povos da terra; quando, enfim, Eu restaurar a vossa sorte e trouxer vossos cativos de volta, diante dos teus próprios olhos!” Garante YHWH, o SENHOR.


SHIR MIZMOR
Tehilim/Salmos 142:
1 Um Maskil de David. Uma oração de quando ele estava na caverna. 2 Ergo ao Eterno meu brado e minha voz Lhe implora ajuda. 3 Perante Ele derramo minha súplica e minha aflição Lhe exponho. 4 Quando em mim desfalece o espírito, só Tu me reconduzes com segurança pelo caminho pontilhado de armadilhas, que contra mim prepararam. 5 Vê que à minha volta ninguém há que conheça, refúgio não encontro e com minha alma ninguém se preocupa. 6  A Ti clamei, dizendo: ‘És Tu o meu abrigo, minha porção na terra entre os vivos’. 7 Atende à minha súplica, pois muito abatido estou; livra-me de meus perseguidores, pois são mais fortes do que eu. 8 Resgata minha alma de sua prisão para que eu possa dar graças a Teu Nome. 9 Por Teus benefícios a mim dispensados se sentirão coroados os homens íntegros.
compilado de: Bíblia King James, português
por Ya'el bat Yossef
Tehilim 142:6,7