sexta-feira, 23 de novembro de 2012

CICLO TRIENAL LEYELADIM - SEDRAH 87 (LEIS DE SANTIDADE ÍNTIMA)

Shalom Yeladim,

Vayicrah/Levítico é o terceiro livro da Torah. Foi escrito por Mosheh por instrução de HaShem e sua finalidade era servir de manual para os levitas, os sacerdotes encarregados do serviço e todo o povo de Israel. Ou seja, um manual de instruções para definir como deveriam ser feitos os sacrifícios a HaShem(1-7); como os sacerdotes deveriam ser consagrados ao serviço de YHWH (8-10) e estabelecer Leis sobre a pureza (11-17) e a santidade dos israelitas (17-26); um dos elementos mais importantes deste livro. 
Vamos ao estudo!
"LEIS DE SANTIDADE PESSOAL"
Vayicrah/Levítico 18:1-30
(imagem para fins ilustrativos)
O perek/capítulo 18 de Vayicrah, em especial, traz instruções a todos os Israelitas de como deve ser o seu comportamento, mesmo no exílio - quando em contato com povos cujos princípios ferem a Torah de Elohim - tanto do ponto de vista espiritual (pois, esses povos são idólatras, seguindo muitos deuses), quanto do ponto de vista pessoal (pois, os povos pagãos, têm comportamento abominável a HaShem).

Através dessas Mitzvot, o Eterno desejava que todos os israelitas pudessem  ter uma identidade própria - uma forma de viver que os distinguissem dos outros povos - ou seja, fossem santos (separados) para Ele.  
No capítulo 11, vimos as Leis de kash'rut (pureza alimentar) que falam dos animais que podem e os que não podem servir como alimento. 
No 12, aprendemos sobre a circuncisão de meninos ao oitavo dia de vida, como uma marca do "povo diferenciado". 
Nos capítulos 13 e 14, estudamos sobre a impureza (tsara'at/lepra) no homem, na mulher e também nas casas. 
O capítulo 15 teve como tema principal o fluxo masculino (semem), feminino (menstruação) e outros fluxos, e como esses estados podem deixar não só a pessoa impura, mas também aqueles que nela tocarem, e assim por diante.
O capítulo 18, que estudaremos esta semana, traz orientações muito importantes a toda a Casa de Israel para que não se comporte como os povos das outras nações;  principalmente, no que se refere à imoralidade, às abominações e ao paganismo, como por exemplo, entre os egípcios e os cananeus (18:3), em que os casamentos entre pessoas da mesma família eram comuns. A isso é dado o nome de incesto, ou seja, casamento entre pessoas muito próximas e da mesma família - como pai, mãe, tio, tia, irmão, irmã, etc). Veja o que diz:  "Nenhum de vós se achegará àquela que lhe é próxima por sangue, para descobrir sua nudez"; "não descobrirás a nudez de teu pai, nem a de tua mãe"; "não descobrirás a nudez da mulher de teu pai" (Vayicrah/Levítico18:6-8)E diz ainda: "Não te deitarás com um homem, como se fosse mulher; isso é uma abominação" (Levítico18:22). Para O Eterno, isso é abominação, cujo castigo era extirpar/eliminar o transgressor do meio do Povo de Israel. 
E, por último, esta Sedrah fala sobre a bestialidade, isto é, atitude impura para com animais: "Nem te deitarás com um animal, para te contaminares com ele; nem a mulher se porá perante um animal, para ajuntar-se com ele; confusão é" (Levítico 18:23). 
No verso 26, lembra aos israelitas que a mesma Torah/Lei vale tanto para aquele que é do povo, quanto para os estrangeiros que peregrinarem em meio ao povo. Por isso é que os Salmistas sempre exaltam a justiça da Torah de HaShem.

O capítulo 18 de Vayicrah termina com uma advertência: "Portanto guardareis as minhas Mitzvot, não fazendo nenhuma das práticas abomináveis que se fizeram antes de vós, e não vos contamineis com elas. Eu sou o SENHOR vosso Elohim" (Levítico 18:30).

Como vimos,Yeladim, é importante amar e respeitar o próximo, mas, tendo sempre em mente o máximo cuidado para não desrespeitarmos ou desonrarmos a YHWH, violando à Sua Torah com as nossas atitudes e escolhas.

ATIVIDADE:  Caça Palavras

(Vamos ver quantas das palavras  do texto conseguimos encontrar?)

Bom estudo e Shabat Shalom!





Nenhum comentário:

Postar um comentário