sábado, 27 de outubro de 2012

CICLO TRIENAL LEYELADIM - SEDRAH 83 (PURIFICAÇÃO DA TSARA'AT E TSARA'AT NAS CASAS)

Shalom Yeladim,
A Sedrah anterior abordou uma praga (tsara'at) que tornava a pessoa "metsorah/impura"  por causa da maldade de sua língua (lashon hará).
Esta semana, estaremos estudando sobre a purificação da Tsara'at e sobre a Tsara'at na casas.
Vamos ao estudo!
TSARA'AT NA CASA E SUA PURIFICAÇÃO
Vayicrah/Levítico 14:33-50
"Disse mais o Senhor a Moisés e a Arão: Quando tiverdes entrado na terra de Canaã, que vos dou em possessão, e eu puser a praga da lepra em alguma casa da terra da vossa possessão (...) o sacerdote ordenará que despejem a casa, antes que entre para examinar a praga, para que não se torne imundo tudo o que está na casa; depois entrará o sacerdote para examinar a casa; examinará a praga, e se ela estiver nas paredes da casa em covinhas verdes ou vermelhas, e estas parecerem mais profundas que a superfície, o sacerdote, saindo daquela casa, deixá-la-á fechada por sete dias. Ao sétimo dia voltará o sacerdote e a examinará; se a praga se tiver estendido nas paredes da casa, o sacerdote ordenará que arranquem as pedras em que estiver a praga, e que as lancem fora da cidade, num lugar imundo; e fará raspar a casa por dentro ao redor, e o pó que houverem raspado deitarão fora da cidade, num lugar imundo; depois tomarão outras pedras, e as porão no lugar das primeiras; e outra argamassa se tomará, e se rebocará a casa. Se, porém, a praga tornar a brotar na casa, depois de arrancadas as pedras, raspada a casa e de novo rebocada, o sacerdote entrará, e a examinará; se a praga se tiver estendido na casa, lepra roedora há na casa; é imunda. Portanto se derrubará a casa, as suas pedras, e a sua madeira, como também toda a argamassa da casa, e se levará tudo para fora da cidade, a um lugar imundo. Aquele que entrar na casa, enquanto estiver fechada, será imundo até a tarde. Aquele que se deitar na casa lavará, as suas vestes; e quem comer na casa lavara as suas vestes. Mas, tornando o sacerdote a entrar, e examinando a casa, se a praga não se tiver estendido nela, depois de ter sido rebocada, o sacerdote declarará limpa a casa, porque a praga está curada. E, para purificar a casa, tomará duas aves, pau de cedro, carmesim e hissopo; imolará uma das aves num vaso de barro sobre águas vivas".
Como vimos na sedrah anterior, o homem contraiu lepra enquanto ainda estava no deserto, porém, a lepra na casa só iria acontecer quando eles estivessem estabelecidos (morando) em Canaã.  

Vamos pensar numa casa como um lugar onde pessoas moram/convivem juntos, como uma kehilah/comunidade/assembléia. Se considerarmos a casa como figura de uma kehilah, ou seja,um lugar onde as pessoas convivem umas com as outras, encontraremos nesta passagem alguns princípios importantes da forma como HaShem trata o mal moral, ou os sintomas desse mal, numa congregação. Não havia diferença por parte do Eterno, ao tratar de uma casa, de um vestuário ou de uma pessoa.
Portanto, quem observasse  qualquer coisa suspeita que aparecesse nas paredes de sua casa, não deveria ficar indiferente (calado) e nem deveria dar sua própria opinião sobre esses da sua sintomas, mas, avisar ao Cohen/Sacerdote. 
Era tarefa do Cohem examinar e julgar o que estava acontecendo, dar instruções sobre como a casa deveria ser purificada e quanto tempo esse processo levaria.  Se os sintomas fossem apenas superficiais, nada aconteceria com a casa. Porém, se mesmo depois do devido tratamento novamente a lepra aparecesse, a casa deveria ser "derrubada" e todo o seu entulho levado para fora da cidade e colocado no lugar onde ficava tudo o que era considerado imundo.
Em outras palavras, Yeladim, cada um de nós é uma "pedra viva" na construção da eterna Kehilah de HaShem e precisamos analisar sempre a nossa vida; como andam as nossas atitudes e palavriado (?), pois, muitas vezes, elas podem ser como lepra na Assembléia de Elohim/na Kehilah, trazendo vergonha e até nos levando a ficarmos afastados da comunhão com os achim, por estarmos "contaminados".  
Fica aqui uma pergunta:  Como é o seu comportamento longe de sua família ou quando não está na Kehilah?  O seu palavriado é adequado nas redes sociais (orkut, facebook, msn) ou simplesmente, vc acha que pode ser como todo mundo, falando palavrões, se expondo e envergonhando o Nome do Eterno?  
Será que quem te conhece pela internet tem a mesma impressão daquele que te vê na Kehilah?

meditar: Sonda-me, YHWH, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno. (Tehilim 139)


ATIVIDADE:

1  Escreva as palavras que achou difícil no texto de Vayicrá e busque seu significado no dicionário.
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Shabat Shalom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário