quinta-feira, 14 de junho de 2012

CICLO TRIENAL - SEDRAH 64 (Semana de 10 de junho a 16 de junho/2012)

Torah: Shemot/Êxodo 29:1-46 

Tema(s): A consagração dos cohanim/sacerdotes e instruções sobre os sacrifícios
Haftarah: Sh'muel Alef/1a. Samuel 9; 24
Tema(s):  A missão dos discípulos; O Bom Samaritano; Sha’ul/Paulo e Bar-Naba/Barnabé
Shirim u’Chochmah: Tehilim/Salmos 64; Chochmah Sh'lomo/Sabedoria de Salomão 13
Tema(s):  Contra os inimigos; A insensatez do culto pagão

PERGUNTAS

1  Basicamente, todo Perek/Capítulo 29 de Shemot, trata da vestimenta (Bigdei Tehunan) do Cohen Gadol e dos Cohanim. Por quê HaShem se preocupou com tantos detalhes?  O que as vestes deveriam representar/transmitir?

2  No perek anterior (8) de 1a. Samuel, o Povo de Israel pede para si um rei. Em 1a. Samuel 9:20-27,    vemos Sha'ul sendo escolhido por Sh'muel.  O que estava sendo levando em conta nessa escolha: a vontade do povo ou os propósitos de HaShem? Explique!

3  No Tehilim/Salmos 64:2-6, O salmista fala de que tipos de inimigos e qual a mensagem deixada para os "justos"?


SABEDORIA DE SALOMÃO/Chochmah Sh'lomo
Capítulo (Perek) 13
Idolatria, exaltação das criaturas

1 De fato, são fúteis por natureza todos os humanos nos quais não há o conhecimento de YHWH. Porquanto, partindo dos bens visíveis, não foram capazes de conhecer Aquele que é; nem tampouco, pela consideração das obras, chegaram a conhecer o Artífice.

2 Entretanto, tomaram por deuses, por governadores do mundo, o fogo ou o vento, ou o ar fugidio, o ciclo das estrelas, a água impetuosa, os luzeiros do dia.
3 Se, encantados por sua beleza, tomaram essas criaturas por deuses, reconheçam quanto o seu Dominador é maior do que elas: pois foi o Princípio e Autor da beleza quem as criou.

4 Se ficaram maravilhados com o poder e a energia dessas criaturas, concluam daí quanto mais poderoso é aquele que as fez.
5 De fato, partindo da grandeza e beleza das criaturas, pode-se chegar a ver, por analogia, o seu Criador.
6 Contudo, estes merecem menor repreensão: talvez se tenham extraviado procurando a Elohim e querendo encontrá-lo.

7 Com efeito, vivendo entre as obras dele, põem-se a procurá-lo, mas se deixam levar pela aparência, pois são belas as coisas que se vêem!
8 Mesmo assim, nem estes têm desculpa.
9 Pois, se chegaram a tão vasta ciência, a ponto de investigarem o mundo, como não encontraram mais facilmente o seu Senhor?
Paródia da fabricação de ídolos
10 Infelizes, porém – e sua esperança está em coisas mortas! – os que chamaram deuses às obras das mãos humanas, ouro e prata, invenções da arte, figuras de animais, ou uma pedra sem valor, lavrada em tempos antigos.

11 Um lenhador artesão, por exemplo, corta do bosque um tronco manejável, dele retira habilmente toda a casca e, valendo-se da sua arte, faz com esmero um objeto útil para a vida cotidiana;12 usando ainda dos restos da obra para preparar sua comida, fica satisfeito.

13 Quanto à sobra, que para nenhum uso é útil, madeira curva e cheia de nós, vai esculpindo-a diligentemente para seu lazer e, por sua perícia, no tempo livre, dá-lhe uma figura, assemelhando-a à imagem de um ser humano.

14 Ou então, dá-lhe a aparência de algum asqueroso animal. Passa-lhe vermelhão, dá-lhe com a tinta uma cor avermelhada e encobre todos os defeitos que nela havia.

15 Prepara-lhe então uma digna morada, colocando-a na parede, e afixando-a com ferro.

16 Toma precauções, ainda, para que não caia, pois bem sabe que ela não pode ajudar-se: é uma imagem, e precisa de ajuda.

17 Agora, fazendo-lhe promessas a respeito de seus bens, casamento e filhos, não se envergonha de falar com aquilo que não tem alma, e pela saúde roga a quem é enfermo,

18 pela vida suplica a quem é morto, para auxílio invoca uma coisa totalmente inútil, pela viagem pede àquilo que nem pode andar

19 e, quanto à compra e o uso, e o bom êxito dos empreendimentos, pede ajuda àquilo que não tem capacidade nenhuma em suas mãos.
oooOOOooo

Nenhum comentário:

Postar um comentário