domingo, 18 de setembro de 2011

O QUE É PECADO SEGUNDO A BÍBLIA.

Estamos nos aproximando do Yom haKipurim/Dia da Expiação ou Dia do Arrependimento e acredito que o texto abaixo seja bastante pertinente, uma vez que muitas pessoas ainda entendem que se arrepender dos pecados é pedir perdão pelas ofensas ou querelas, se eximindo da culpa. Mas, isso realmente é só a ponta do iceberg.
SEGUNDO A BÍBLIA, O QUE É PECAR?
Muitas religiões ensinam que as pessoas não devem pecar; que devem evitar situações pecaminosas, porém, qual a definição do termo 'pecar' bilicamente?
É verdade que os crentes no Mashiach/Messias devem viver uma vida separada e de comunhão com os achim/irmãos, então ajudaria bastante ser capaz de identificar exatamente o que é pecado dà luz das Escrituras Bíblicas. A maioria das pessoas concorda que o pecado entrou no mundo quando Adam se rebelou, mas, se rebelou contra o que? Contra os mandamentos do Todo Poderoso.
 O que você acha que é o pecado?
 Você acredita que Yeshua pecou?
 Onde entra o Antigo Testamento nessa questão de combater o pecado?
De acordo com Romayahu/Romanos 3 sabemos que:
Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Elohim”.
onde o pecado abundou, superabundou a graça; para que, assim como o pecado veio a reinar na morte, assim também viesse a reinar a graça pela justiça para a vida eterna, por Yeshua HaMashiach nosso Senhor”.
O pecado separa o homem do Pai Celestial, faz a humanidade precisar de perdão. Sem perdão, não há vida eterna/Olam rabah, não há graça, e não há justiça. Uma das razões pelas quais o Messias veio foi para remediar o pecado.
DEFININDO PECADO ATRAVÉS DA BÍBLIA
O livro de Yochanan Alef/1 João fala vividamente sobre o assunto e responde a essa pergunta de forma profunda e simples.
Todo aquele que vive habitualmente no pecado está também violando a Torah/Lei, pois o pecado é a violação da Torah/Lei. E bem sabeis que ele se manifestou para tirar os pecados; e nele não há pecado. Todo o que permanece nele não vive pecando; todo o que vive pecando não o viu nem o conhece. Filhinhos, ninguém vos engane; quem pratica a justiça é justo, assim como Ele é justo” (Yochanan Alef/1 João 3:4-7)
Portanto, (verso 4) o pecado é a violação da Torah! Então, evidentemente, se a Torah/Lei define o que é o pecado, então a Torah/Lei permanece.
Todavia, foi-nos ensinado, através da tradição religiosa, que os crentes não estão debaixo da Lei; que a Lei já passou e que estamos na “época da graça”. Foi-nos ensinando também que a Lei é uma coisa ruim ... pesada, que atrapalha. Mas, como vimos nas Escrituras, na passagem acima “o pecado é a violação da Torah”.
Se uma pessoa viola as leis do Eterno, então a pessoa está pecando.
Pecar é não observar ou obedecer às Leis ou MandamentosMitzvot da Bíblia.
Viver no pecado é viver sem a Torah/Lei, isto é, em “violando/dosebedecendo à Lei do Eterno/Torah”.
TORAH/LEI?
A palavra hebraica “Torah” significa “ensino” ou “instrução”, todavia, a tradução grega para “lei” nos dá a ideia de algo “restritivo”.A Torah é o conjunto de instruções amorosas que nos guia no viver como povo escolhido de YHWH (um manual de vida para os B'nei Yisrael)!. A Torah é tradicionalmente considerada como sendo os Cinco primeiros livros do Antigo Testamento, incluindo o Decálogo ou Dez Mandamentos (mas, partindo-se do princípio da inspiração da Bíblia, podemos dizer que Torah é a Bíblia como um todo e, portanto, a Lei não é judaica, ela é bíblica).
O rabino Ed Nydle escreve que:
a palavra hebraica 'Torah', literalmente 'ensinamento, doutrina', aparece tanto na Septuaginta quanto na tradução grega do Novo Testamento como a palavra grega 'nomos', que significa 'lei'. O grego tem tido uma influência mais direta e profunda no inglês e em outras línguas modernas do que o hebraico, e este é o motivo pelo qual na maioria das línguas, fala-se da 'lei de Moisés', ao invés de a 'instrução de Moisés”.
Quando a Lei/Torah é mencionada na Bíblia, na maioria das vezes é associada à Moisés, refere-se aos “Ensinamentos” que o Eterno deu a Israel no deserto. Contudo, o Eterno usa a palavra Torah para se referir as Suas Instruções nas Escrituras hebraicas, o que inclui os livros dos Profetas/Nevi'm e os Livros Poéticos. Uma vez que toda a Sua Palavra é Ensinamento, então toda a Bíblia é Torah. As Escrituras dizem:
Moshe desceu e contou ao povo todas as palavras do Eterno e as ordenanças; e todo o povo respondeu em uma voz, e disse 'Todas as palavras que o Eterno falou, faremos.' E Moshe escreveu todas as palavras de HaShem”. Êxodo 24:3-4
Os primeiros cinco livros da Bíblia (conhecidos como Pentateuco), contam-nos como iniciou a família de Israel, através do chamado do justo Avraham (seus anos de escravidão, o êxodo, a conquista da Terra Prometida e como se formou o governo teocrático - tudo isso é discutido em Bereshit/Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Devarim/Deuteronômio.
A Torah explica exatamente o que comer, como viver, adorar, tratar outras pessoas e se casar. Quase todas as experiências da vida são discutidas nos primeiros cinco livros de Moisés. E de acordo com a própria Bíblia, não seguir estes mandamentos é pecar.
Toda a Torah/Bíblia é o conselho de HaShem e é eterno. Na sua meditação e observância se encontra paz, alegria e bênção vindos da observância, basta ler os Tehilim/Salmos 1 e 119.
A Torah não inclui o Talmude (chamado pelo judaísmo tradicional de “Torah Oral”), pois estes são ensinamentos/interpretações judaicos tradicionais da Torah. Os escritos do Talmude estão disponíveis para nós apenas como referências; bem como, as doutrinas/tradições dos chamados 'pais da igreja' , pois, só a Bíblia, em sua totalidade, é a única e infalível palavra do Eterno.
O QUE NOS DIZ YESHUA, O MASHIACH/MESSIAS
O Messias Yeshua é a Torah ou Lei viva. “E a Palavra se fez carne” Yochanan/João 1:4. E, portanto, aquele que se diz seguidor de Yeshua, deve seguir a Bíblia do “Gênesis/Bereshit ao Apocalipse/Guilyana”. Uma vida modelada a partir de Yeshua e, consequentemente, da Torah, será uma vida sem pecado! Em 1 João 3:5: “E bem sabeis que Ele se manifestou para tirar os pecados; e nEle não há pecado”. Se não havia pecado em Yeshua, então nEle não havia violação à Torah.
E sim, Yeshua frequentemente defendeu a Torah dizendo “Vós tendes ouvido...” e depois, reforçando, “e eu vos digo ainda...”. Estas palavras encontradas em Matityahu/Mateus não eram direcionadas à Torah, mas sim contra aqueles que pervertiam a Torah; aos líderes religiosos que ensinavam coisas que frequentemente violavam as Escrituras.
Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu vos digo ainda que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela”. (Matityahu/Mateus 5:27-28)
Romayahu/Romanos 7 diz especificamente que a Torah/Lei é “santa, justa e boa”.
Se parte do ministério de Yeshua era chamar as pessoas de volta à interpretação e ao entendimento corretos da Torah, pense. Ele nunca ensinaria contra ela.
Quando Yeshua proferiu “o grande mandamento”, Ele não estava dizendo às pessoas que elas não precisavam seguir outros aspectos da Lei. Assim como se um governo decreta uma lei de trânsito, as pessoas ainda têm que seguir as outras leis e sinais de trânsito para dirigirem em segurança. Mateus 22:34-30:
Os p'rushim/fariseus, quando souberam, que ele fizera emudecer os ts'dukim/saduceus, levantaram conselho entre ele; e um deles, doutor da Torah, para o experimentar, interrogou-o, dizendo: Rabino, qual é a grande mitsvá na Torah? Respondeu-lhe Yeshua: Amarás a YHWH teu Elohim de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de toda sua força. Esta é a grande e primeira mitsvá/mandamento. E a segunda, semelhante a esta, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Destas duas mitsvot/mandamentos dependem toda a Torah e os profetas”.
O amor é o fundamento de toda a obediência à Torah. Aqui Yeshua insiste que a “Torah e os profetas” dependem do relacionamento do homem com HaShem e com as pessoas. Sim, Israel deve amar a HaShem e às pessoas... mas como alguém pode fazer isso?   Seguindo a Torah! 
"E nisto sabemos que O conhecemos; se guardamos os Seus mandamentos".
Yochanan Alef/1 João 2:3
(baseado em estudo do site: www.torahviva.org)

Um comentário:

  1. Amada Ya´el, Shalom!

    Maravilha... Para a glória de HaShem, é claro.

    Quando eu era pequeninha estuda que "pecado" é: QUALQUER FALTA DE CONFORMIDADE COM A LEI DE ELOHIM OU QUALQUER TRANSGREÇÃO DESTA LEI.

    Resposta de um Catecismo, no qual aprendíamos.

    Não é uma incoerência, TODOS não seguir???

    ResponderExcluir