domingo, 25 de setembro de 2011

HERANÇA ISRAELITA (5) - "TRIBOS DE ZEVULUN (ZEBULOM) E YISACHAR (ISSACAR)

"A IDENTIDADE E O PAPEL DAS 12 TRIBOS NOS ÚLTIMOS DIAS"
Na postagem desta semana, estaremos falando sobre mais duas Tribos: Zevulun/Zebulom e Issachar/Issacar.
  • Tribo de Zevulun
Ya'akov: Bereshit/Gênesis 49:13: 

Zevulun habitará no porto dos mares, e será como porto dos navios, e o seu termo será para Tsidon”.

Moshe Rabeinu: Devarim/Deuteronômio 33:18
E de Zevulun disse: Zevulun, alegra-te nas tuas saídas (expedições)”.
Zevulun/Zebulom é o nome do sexto filho de Leah/Lia e décimo filho de Ya’akov/Jacó. HaShem me concedeu excelente dote. Desta vez meu marido me honrará”. (Bereshit/Gênesis 30:20)
Significado do nome Zevulun: dádiva”; “presente”; “honra”.
Pedra que a representa no peitoral do Cohen Gadol/Sumo Sacerdote: Yahalom/Diamante.

A tribo de Zevulun/Zebulom era a quarta maior tribo de Israel. (Bamidbar/Números 1:31; 26:26). Na sequência em que as 12 tribos são mencionadas na Torah, Zevulun normalmente segue Issachar (Bamidbar/Números 1:9; 2:7), mas, na bênção de Mosheh/Moisés, às Tribos, Zevulun é mencionada antecedentemente (Devarim / Deuteronômio 33:18). A Tribo de Zevulum era formada por três famílias, cujos patriarcas eram os três filhos de Zevulun, conforme descrito em Bamidbar/Números 26:26-27. Quando da divisão do território entre as 12 tribos, Zevulun recebeu a porção ao centro, ao sul da Galileia. A leste e a norte, fazia fronteira com a tribo de Naftali, ao sul com Issachar e Menasheh, e a oeste com Asher (Yehoshua/Josué 19:10-16). Não haviam cidades importantes nessa região, todavia, sua localização era estrategicamente privilegiada, ocupando a região de leste a oeste do Vale de Yiesreel. Tanto Bereshit/Gênesis 49:13 quanto Devarim/Deuteronômio 33:19, associam Zevulun com o mar. Talvez seja essa referência básica ao comércio entre o Mar Mediterrâneo e o Mar da Galiléia, que enriqueceu a tribo de Zevulun.

Seus guerreiros foram exaltados por sua bravura na vitória sobre Sísera, liderada por Barac e D’vorah/Débora contra os opressores Chabin e Hazor (Juízes 4:6-10 / 5:14-18). Foi também importante na batalha liderada por Gideão contra os midianitas (Juízes 6:35).
Quando Davi se tornou rei sobre todo Israel, Zevulun enviou-lhe um grande contingente de 50.000 soldados e amplas provisões (I Crônicas 12:33-34). Um grupo de zevulunitas aceitou o convite do rei Ezequias e celebrou o Pessach/Páscoa em Yerushalayim/Jerusalém (2Crônicas 30:10,11,18). Todavia, juntamente com as outras tribos do norte, Zevulun afastou-se de Yehudah/Judá e caiu na idolatria.
Zevulun foi uma das tribos que não conseguiu expulsar os cananeus de suas possessões (Juízes 1:30) mas, os manteve como servos.
A tribo de Zevulun sofreu muito nas guerras com a Síria e Assíria, mas o profeta Yeshayahu/Isaías previu uma compensação gloriosa através da luz messianica que brilharia no seu território. Mas, para os que estavam aflitos não haverá mais obscuridade. No passado ele tornou desprezível a terra de Zebulom e Naftali, mas nos últimos dias a enobreceu junto ao caminho do mar, além do Jordão, a Galiléia das Nações. O povo que andava em trevas, viu uma grande luz; sobre os que habitam na região da sombra da morte resplandeceu a luz “Yeshua HaMashich” (Yeshayahu/Isaías 9:1,2). Juntamente com Naftali, a tribo de Zevulun é mencionada, como contemplada com a honra de receber “Yeshua HaMashiach” quando de seu advento, conforme Matitiyahu/Mateus 4:12-16. O profeta Yeheskiel/Ezequiel inclui a tribo de Zevulun entre as 12 tribos do Israel ideal (Yeheskiel/Ezequiel 48:33). A tribo é ainda citada em Guilyana/Apocalipse 7:8, quando do selamento dos 144.000. Não houve mais referências históricas à Tribo de Zevulun.
Quem é Zevulun hoje?
Aqueles dentre os israelitas que amam o mar e procuram se estabelecer próximos aos oceanos podem ser zevulunitas.
Os zevulunitas caracterizam-se por uma grande paixão pelas atividades relacionadas à água, ao comércio e ao lazer. Além disso, são freqüentemente pessoas com grande disposição em viajar e, portanto, tornam-se excelentes emissários das Boas Novas em outras localidades.
Quem ama viajar e falar a pessoas de diferentes regiões e culturas pode ser um descendente moderno da Tribo de Zevulun.
  • Tribo de Yissachar
Ya'akov: Bereshit/Gênesis 49:14-15: 

Yissachar é jumento de fortes ossos, deitado entre dois fardos. E viu ele que o descanso era bom, e que a terra era deliciosa e abaixou seu ombro para acarretar, e serviu debaixo de tributo.

Moshe Rabeinu: Dt. 33:18
"e tu, Yissachar, [alegra-te] nas tuas tendas".
E ainda 1 Crônicas 12:32:
"E dos filhos de Yissachar, duzentos de seus chefes, destros na sabedoria dos tempos, para saberem o que Israel devia fazer, e todos os seus irmãos seguiam suas ordens".

Issachar foi o nome dado ao nono filho de Ya’akov (quinto filho de Leah/Lia). “HaShem me recompensou, por ter dado minha serva ao me marido; e ela o chamou Issachar”. (Bereshit/Gênesis 30:17, 18).

Significado do nome Issachar/Issacar: “recompensa”; “salário”; “pagamento”.
Pedra que a representa no peitoral do Cohen Gadol/Sumo Sacerdote: Shapir/Safira.

A tribo de Issacar era formada pelos patriarcas de quatro famílias principais, de acordo com Bereshit/Gênesis 46:13 e Bamidbar/Números 26:23-25.

Quando foi repartida a Terra Prometida, Issacar foi a quarta tribo escolhida por sorte para receber sua herança, ficando situada no fértil vale de Yiezreel. Limitavam-se com Issacar ao norte a Tribos de Zevulun e de Naftali; a leste o rio Jordão; ao sul o território de Menasheh; e ao oeste parte da área consignada a Asher. O Monte Tabor/Har Tavor situava-se ao longo de sua fronteira norte com Zevulun, ao passo que a cidade de Meguido situava-se perto de seu limites sudoete, e Bete-Shean estava na direção de seus limites sudeste. Neste território situavam-se várias cidades cananéias e seus povoados dependentes. (Yehoshua/Josué 17:10; 19:17-23). Foi nesse vale, que a tribo de Issacar, segundo a bênção de Mosheh/Moisés, “alegrou-se nas suas tendas”. (Devarim/Deuteronômio 33:18).

Assemelhar Issachar, filho de Ya’akovJacó, a um “jumento de ossos fortes” evidentemente indicava uma qualidade também refletida na tribo que dele descendia (Bereshit/Gênesis 49:14, 15). A terra que lhes fora consignada era deveras “agradável”, uma parte fértil da Palestina, excelente para a agricultura. Issachar parece ter recebido de bom grado o trabalho árduo envolvido nessa tarefa. Seu ‘encurvar o ombro para levar fardos’ revela boa disposição. Assim, embora a tribo não se destaque por nada excepcional, merece ser reconhecida por assumir seu quinhão da carga de responsabilidade.
Issachar era terceira mais numerosa das Tribos de Yisrael. Quando o povo de Yisrael marchava pelo deserto, Issachar posicionava-se a leste do Mishkan/Tabernáculo. Essa posição era compartilhada por Yehudah/Judá e Zevulun/Zebulom (Bamidbar/Números 2:3-8).
O cântico triunfal de D’vorah/Débora menciona a tribo de Issachar, cujos homens participaram da batalha contra Sísera. Um dos benefícios conquistados nessa vitória foi a liberação da passagem entre os israelitas da região montanhosa de Efraim e os Israelitas que viviam na Galiléia.
Nos livros de Yeheskiel/Ezequiel 48:25, 26, 33 Issachar é alistado com as demais tribos e Guilyana/Apocalipse 7:7, quando do episódio do selamento dos 144.000.

Quem é Yissachar hoje?

Os Yissacharitas estão na linha de frente da restauração das Duas Casas de Israel no final dos tempos. A maioria dos líderes que ensinam e defendem a verdade sobre as Duas Casas e que não são judeus são yissacharitas.
Podemos dizer isso com confiança porque na profecia de Ya'akov/Jacó, Yissachar se deita entre dois fardos, isto é, o fardo duplo de reunir as 2 famílias/casas do Israel disperso. Servir debaixo de tributo significa que tais indivíduos se tornaram servos para carregarem este fardo duplo. Yissachar está disposto a servir como intermediário entre as Duas Casas porque ele vê a recompensa de Israel que resultará disso: um lugar de descanso e paz na terra agradável.
Os yissacharitas são aqueles dentre Israel que entendem os tempos da restauração em que vivemos (vide citação no livro de 1 Crônicas.), e estão dispostos a levar essa verdade adiante, por enxergarem o descanso que há adiante quando a nação for plenamente restaurada.
Por este motivo, os yissacharitas são ferozes combatentes das mentiras do dispensacionalismo, da teologia da substituição e da teologia das entidades separadas.
(parte final:  Tribos de Asher e  Gad)





Nenhum comentário:

Postar um comentário