quarta-feira, 31 de agosto de 2011

O FILHO PRÓDIGO E AS DEZ TRIBOS

Quem nunca ouviu falar, leu, viu um filme ou teatro sobre essa Parábola da Bíblia?!
(O Filho Pródigo)
Esse texto de Lucas 15 é largamente explorado para falar a respeito daqueles que receberam o título de “desviados ou perdidos” por terem se afastado da "igreja". Mas, será que foi realmente este o significado que Yeshua quis dar a Sua parábola? Seria esse o contexto?
  • O texto nos fala sobre dois filhos: ambos pertencentes à mesma família, morando na mesma casa e gerados pelo mesmo pai.
  • O mais novo pede sua parte da herança e parte: E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra longínqua” (Lucas 15:13), ou seja, deixa a casa paterna e vai morar numa outra terra, ali desperdiçando seus bens, vivendo dissolutamente. Agora não tem mais a herança, sequer conseguindo viver como viveria o menor dos empregados na casa de seu pai! “E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a padecer necessidades” (Lucas 15:14 ), ou seja, não havia como se manter sem a herança, sem ela esse filho simplesmente morreria.Naquela terra, como estrangeiro, ele chegou a um nível de degradação tão grande que "desejou comer a comida  dos porcos" (Lucas 15:15).  
Veja que Yeshua dramatiza ainda mais a parábola usando um animal cuja carne é considerada impura para alimento, sendo proibida e consideradas abominação pelas Escrituras. (Yeshayahu/Isaias 66:17).
Então, o filho cai em si, se arrepende e deseja retornar à Casa do Pai, onde há fartura de pão (alimento). A simbologia do pão está diretamente ligada a "alimento espiritual" (Bíblia). Note, então, que o filho quer voltar para a casa do pai por causa do “alimento”, caso contrário ele morreria diante de toda aquela escassez.
É então chegado o momento da restauração! No verso 26 e 27 de Lucas 15 vemos que o irmão mais velho ficou enciumado e indignou-se com a recepção dada pelo pai na volta do filho mais novo.
Uma coisa que nunca ouvi em pregações é por que o irmão mais velho (que representaria os que estão nas igrejas) ficaria enciumado com a volta do pródigo (o perdido/desviado) … não foi sempre o contrário?!
Mas, deixemos de lado um pouco os conceitos herdados da religião e voltemos à Parábola, para ver o que aconteceu realmente, à luz das Escrituras Sagradas, e, para entendermos melhor o relato do texto de Lucas 15 (B'rit Hadashah/Aliança Renovada), voltemos-nos ao seu contexto histórico a partir do Primeiro Testamento (Torah) e dos Livros dos Profetas.
Em M'lachim Alef/I Reis 12:43 temos o relato do que aconteceu após a morte do Sh'lomo Melech/rei Salomão, quando seu filho Roboão ascende ao trono para reinar em seu lugar sobre os B'nei/Filhos de Yisrael. Esse reino agregava as 12 tribos de Israel (yehudim/judeus e das demais Tribos).
M"lachim Alef/I Reis 12:25-34, relata um fato que foi o divisor de águas nas Escrituras: a cisão do reino de Israel. As tribos de Yehudah/Judá e Benyamin/Benjamim ficaram com Roboão no Reino do Sul ou Reino de Judá; as outras dez tribos seguiram Jeroboão, formando o Reino do Norte ou Reino de Israel. Nas Escrituras, essas dez tribos são normalmente conhecidas como Beit/Casa de Yisrael, Beit/Casa de Efraim ou Beit/Casa de José. 
A Beit/Casa de Judá (composta por judaitas/benjamitas) ficou em Jerusalém servindo no Templo e cumprindo/guardando as Escrituras, enquanto que a grande maioria daqueles que pertenciam às outras 10 tribos (Beit/Casa de Israel) foi espalhada pelo mundo, sendo conhecida como gentios/goyim - aqueles que negaram a Torah e se misturaram aos outros povos, assimilando seus costumes.
Posto isso, voltemos à Parabola do Filho PródigoOs irmãos estavam juntos (as 12 tribos reunidas em Jerusalém); o irmão mais novo se dispersa e vai para longe (Casa de Israel/Efrayim passa a habitar fora de Jerusalém)  perdendo toda herança (perdendo as práticas bíblicas, sendo assimilada pelos povos que não observam a Torah do Eterno, ficando conhecidos com gentios/goyim ou estrangeiros).
Nessa parábola, Yeshua diz que “o irmão mais novo retorna à Casa do Pai” (vemos aí a profecia de que as tribos dispersas fazendo teshuvah/voltando às veredas antigas da fé, à prática de toda a Bíblia). “Assim diz O Eterno teu Elohim: Eis que eu tomarei a vara de Yossef/José que esteve na mão de Efrayim, e a das tribos de Yisrael, suas companheiras, e as ajuntarei à vara de Yehudah/Judá, e farei delas uma só vara, e elas se farão uma só na minha mão.” (Yeheskiel/Ezequiel 37:19); “E vós vos convertereis a mim, e guardareis os meus mandamentos, e os cumprireis; então, ainda que os vossos rejeitados estejam na extremidade do céu, de lá os ajuntarei e os trarei ao lugar que tenho escolhido para ali fazer habitar o meu nome.” (Nehemiah 1:9); Yeheskiel/Ezequiel 22:19; 37:1-14; e muitos outros textos).
Hoje a Casa de Yehudah/Judá não reconhece Yeshua, é verdade! Por outro lado, a Casa de Yisrael (10 tribos perdidas) ignora a Torah e os demais os preceitos/mitzvot bíblicos.
Vemos, assim, que a verdadeira restauração está na conjugação dessas duas condições - Guilyana/Apocalipse 12:17, diz: ”Irou-se o dragão contra a mulher e foi pelejar com o restante de sua descendência, os que guardam a Torah e dão testemunho de Yeshua“ - e preenchem o caminho para a salvação.
Agora os dispersos estão tentando incorporar-se novamente à nação para serem um só povo! O Senhor está validando a Sua Palavra saída da boca de Seus profetas e está “reajuntando Am'Yisrael”. (Baruch HaShem/Bendito seja O Eterno)
O irmão mais velho sentirá ciúmes” e, como escreve Sha'ul haShaliach (o emissário/apóstolo Paulo): “Para ver se de alguma maneira posso incitar à emulação os da minha carne e salvar alguns deles (Romayahu/Romanos 11:14). A palavra “emulação” significa ciúmes! Os judeus natos já se sentem enciumados por verem não judeus retornando à fé Bíblica, celebrando o Shabat, as Festas Bíblicas, se abstendo de alimentos impuros e buscando sua verdadeira identidade!
Queiramos nós ou não, tudo o que o Eterno tem feito tem uma só finalidade; a de fazer cumprir a Sua Palavra! Yeremiyahu/Jeremias 50:6 traz uma citação muito interessante: “Ovelhas perdidas têm sido o meu povo, os seus pastores as fizeram errar, para os montes as desviaram; de monte para outeiro andaram, esqueceram-se do lugar do seu repouso”, e está diretamente ligada à resposta de Yeshua disse, “Eu não fui enviado senão para as ovelhas perdidas da Casa de Yisrael” (Matityahu/Mateus 15:24). Ele veio por nossa causa; foi ferido pelas nossas transgressões à Torah, por isso, a Tribo de Yisrael/Efrayim precisa retornar à Casa do Pai (à fé bíblica), assim como a Tribo de Yehudah/Judá precisa reconhecer Yeshua.
Quando a trombeta soar os dois reinos serão unificados, as estacas de Yerushalaym/Jerusalém precisarão ser alargadas para comportar novamente os Filhos/B'nei Yisrael, reajuntando a herança de Ya'akov - “aqueles que guardam a Torah/Lei e dão o testemunho do Mashiach/Messias”.
Que possamos ser contados entre aqueles que de fato conseguirão retornar à Casa do Pai!

por Moisheh ben Levi
Kehilah Mayim Chayim

terça-feira, 30 de agosto de 2011

CICLO TRIENAL - SEDRAH 25 (Semana de 28 agosto / 3 setembro)


Torah: Bereshit/Gênesis 29:31-30:34 
Tema(s): Os filhos de Ya’akov
Haftarah: Sh'muel Alef/1 Samuel 16; Iyov/Jó 3;  Yeshayahu/Isaias 9 e 11
Tema(s): David é ungido; A angústia de Iyov/Jó; Provação de Efrayim; O Mashiach/Messias
Shirim u’Chochmah: Tehilim/Sal. 25; Mishlei/Prov. 25 
Tema(s): Ajuda no perigo; Provérbios de Sh'lomo/Salomão


PERGUNTAS

1 Ao lermos Bereshit 29:26 a 28, percebemos que Ya'aKov não esboça nenhuma defesa, nenhum contraponto sobre os argumentos de Lavan/Labão. A que você atribui essa omissão ou passividade de Ya'aKov.
2 Compare os textos de Sh'muel Alef/1a.Samuel 10:1 com 16:13. Conhecendo a forma de unção desses dois reis (Shaul e David), o que podemos aprender?
3 De sua interpretação ao texto de Yeshayahu/Isaías 11: 1 a 12?
4 Nos Tehilim/Salmos 25:14, qual é a mensagem que o Eterno deseja nos transmitir?
Bom estudo e lehitraot!

domingo, 28 de agosto de 2011

HERANÇA ISRAELITA ( 2) - "TRIBOS DE YEHUDAH/JUDÁ E LEVI"

"A IDENTIDADE E O PAPEL DAS 12 TRIBOS NOS ÚLTIMOS DIAS"
Dando continuidade ao nosso estudo sobre como identificar as 12 tribos, hoje, apresentamos:

  • Tribo de Yehudah/Judá
Ya'akov: Bereshit/Gênesis 49:8-12:
Yehudaha ti te louvarão os teus irmãosa tua mão será sobre o pescoço de teus inimigosos filhos de teu pai a ti se inclinarãoYehudah é um leãozinhoda presa subistefilho meuencurva-see deita-se como um leãoe como um leão velhoquem o despertaráO cetro não se arredará de Yehudánem o legislador dentre seus pésaté que venha Shilohe a ele se congregarão os povosEle amarrará o seu jumentinho à videe o filho da sua jumenta à cepa mais excelenteele lavará a sua roupa no vinhoe a sua capa em sangue de uvasOs olhos serão vermelhos de vinhoe os dentes brancos de leite.
Moshe RabeinuDt. 33:7:
"Ouveó YHWHa voz de Yehudáe introduze-o no seu povoas suas mãos lhe basteme tu lhe sejas em ajuda contra os seus inimigos". 
Significado do nome Yehudah  vem do radical "hodaah" dar graçaselogiarlouvar
E concebeu outra vez e deu à luz um filhodizendoEsta vez louvarei ao Eterno ElohimPor isso chamou-o Yehudahe cessou de dar à luz”. (Bereshit/Gênesis 29:35)
Pedra que a representa no peitoral do Cohen Gadol/Sumo Sacerdote: Nofech/Carbúnculo
Yehudah/Judá foi o nome dad
o ao quarto filho do patriarca Ya'akov/Jacónascido de Le'ah/LiaO texto acima nos oferece uma explicação sobre o significado do nome Yehudah/Judá em hebraico.
A bênção de Ya'akov/Jacó conferiu a Yehudah liderançavitória e reinado:
“Yehudah, a ti te louvarão teus irmãos ... Yehudah é um filhote de leão ... O poder não será tirado de Yehudah, nem o bastão de comando de seus pés ... A videira amarrarás o teu burrinho ... lavarás tua roupa no vinho e no sangue das uvas". (Bereshit/Gênesis 49:8).
Yehudah tornou-se líder entre seus irmãosconforme Bereshit/Gênesis 43:3; 44:14; 46:28, porém, não teve grande expressão até que Davidfilho de Yishay (Jessé), foi ungido rei sobre Yehudah eposteriormentesobre todo o Yisrael. (Sh'muel Bet /II Samuel 2:4).
Yerushalayim foi estabelecida pela Tribo de Yehudah e o lugar escolhido pelo Eterno para ali habitar seu nome”, conforme Devarim/Deutetonômio 12:5, 11, 14, 18, 21, 26).
(réplica da suposta  cidade de Jerusalém  no período das Tribos)
Depois da apostasia de Sh'lomo/Salomão em 797 a.E.C (Melachim Alef/I Reis 11:1-13), o povo de Yisrael dividiu-se em dois reinos. O Reino de Yisrael  foi formado ao norte, por 10 tribos, tendo Shomron/Samaria por sua capital; o Reino de Yehudah/Judá foi formado ao sul, nas áreas que circundavam a capital, Yerushalayim/Jerusalém, pelas tribos de Yehudah e Benyamim/Benjamin.  Elohim dispersou Yisrael (dez tribosde Yehudáque desde os dias de Yehoshua/Josué incluía o território de Shimon/Simeão. (Yeshayahu/Isaias 19:9).
Continuamente o Reino de Yisrael foi exortado pelos profetas a retornar aos caminhos da Torah, sem contudo, ouví-los. Em 722 a.E.C. sofreu derrota cabal contra os assírios, tendo a maioria de sua população deportada e dispersa pelos conquistadores e novos povos se instalaram na região. 
No ano 588 a.E.C., o Reino de Yehudah/Judá, é também derrotado pelos exércitos de Nabucodonosor II; Yerushalayim é arrasada, o Templo Sagrado destruído e seus habitantes levados cativos para a Babilônia. Todavia, mesmo expatriados, não se mesclaram às populações pagãs, conservando sua identidade como povo de Elohim. Desde então as 10 tribos ficaram dispersas do povo judeu. 
Com o tempo, o termo "israelita" se tornou sinônimo do termo "judeu" (que originalmente se referia apenas aos membros da tribo de Yehudah), por terem sido estes os únicos a conservarem os preceitos bíblicos da féFoi, também, através do pequeno remanescente yehud/judeu que voltou à Yerushalayim, que a profecia sobre a vinda do Mashiach/Messias se cumpriu.
Quem é Yehudah hoje?
A tribo de Yehudah hoje se encontra entre os judeusOs judeus modernos são essencialmente das tribos de YehudahBinyamin/Benjamim e parte da tribo de LeviÉ justamente dos judeus que nasce a teshuvahconforme profetizado em Zechariyah (Zacarias) 8:23, e as dez tribos os seguirão.
No fim dos temposYehudah também liderará Yisrael na batalha espiritual e militar que culminará no estabelecimento da Casa Real de DavidO Mashiach/Messias fará todo Yisrael se dobrar a Eleapesar da grande perseguição que haverá a Ele e aos yehudimA autoridade de Mosheh (isto éo ensino da Torahreside com Yehudah até a vinda de Shiloha partir de então ela será ocultada em Gad.
Yehudah encontra-se parcialmente cego espiritualmentenão para sua destruição ou perdiçãomas apenas até que a plenitude de Efrayim se cumpraO remanescente de Yehudah normalmente é composto de pessoas que prosperam na interpretação e na revelação de assuntos espirituaise que entendem corretamente os Escritos Israelitas do Caminho (ie. "Novo Testamento") à luz da Torahao passo que são remidos no sangue do Mashiach/MessiasSãoportantoos responsáveis por conduzir Yisrael no processo de teshuvah.
Muitos yehuditas possuem um desejo ardente por reunirem as Duas Casasdevido à declaração profética de Mosheh/Moisés sobre o trazer de volta Yehudah ao restante do seu povoOs yehuditas também são grandes soldadoscapazes de identificar quem é o inimigo moderno de Am'Yisrael.
  • Tribo de Levi
Ya'akov: Bereshit/Gênesis 49:5-7:
Shimon/Simeão e Levi são irmãos; as suas espadas são instrumentos de violência. No seu secreto conselho não entre minha alma, com a sua congregação minha glória não se ajunte; porque no seu furor mataram homens, e na sua teima arrebataram bois. Maldito seja o seu furor, pois era forte, e a sua ira, pois era dura; eu os dividirei em Ya'akov, e os espalharei em Israel.
Moshe Rabeinu: Devarim/Deuteronônio 33:8-11:
Teu Tumim e teu Urim são para o teu amado, que tu provaste em Massá, com quem contendeste junto às águas de Meribá. Aquele que disse a seu pai, e à sua mãe: Nunca os vi; e não conheceu a seus irmãos, e não estimou a seus filhos; pois guardaram a tua palavra e observaram a tua aliança. Ensinaram os teus juízos a Ya'akov, e a tua Torah a Israel; puseram incenso no teu nariz, e o holocausto sobre o teu altar. Abençoa o seu poder, ó Eterno, e aceita a obra das suas mãos; fere os lombos dos que se levantam contra ele e o odeiam, para que nunca mais se levantem.
Significado do nome Levi  devira de livah "unido, junto, ligado"

"‘Desta vez’ – disse ela – ‘meu marido se apegará a mim, porque já lhe dei à luz três filhos’. Por isso deu-lhe o nome de Levi". (Bereshit/Gênesis 29:34)
Pedra que a representa no peitoral do Cohen Gadol/Sumo Sacerdote: Bareket/Topázio
Muitos estudiosos associavam palavra hebraica “lavah” com o nome próprio Levi, que significa “unir, juntar, ligar”. Em Bamidbar/Números 18:2-4, há um jogo de palavras com esse sentido “E também farás chegar contigo a teus irmãos, a tribo de Levi, a tribo de teu pai, para que se ajuntem a ti, e te sirvam; mas tu e teus filhos contigo estareis perante a tenda do testemunho. Mas se ajuntarão a ti, e farão o serviço da tenda da congregação em todo o ministério da tenda; e o estranho não se chegará a vós.” Levi foi o terceiro filho de Ya'akov com Le'ah. (Bereshit/Gênesis 29:34)
Levi, patriarca da Tribo que levou o seu nome, participou de um incidente particularmente reprovável (Bereshit/Gênesis 34), quando sua irmã Dinah foi forçada por Shechem/Siquém, filho do cananeu Hamor, a deitar-se com ele. Desejoso de casar-se com a jovem, teve permissão de Ya'akov desde que ele e toda a sua cidade aceitassem ser circuncidados. Enquanto se recuperavam da operação, Shimon/Simeão e Levi foram à cidade e mataram todos os habitantes do sexo masculino (Bereshit/Gênesis 34:25-26). Ya'akov/Jacó, ficou tão indignado com o incidente que o recordou até no leito de morte e, ao invés de abençoar a Levi, predisse, que tanto os seus descendentes quanto os de Shimon ficariam espalhados do meio de Israel (Bereshit/Gênesis 49:7). 
Após o episódio com o bezerro de ouro, HaShem adotou a Tribo de Levi como sua própria herança em lugar do primogênito de cada família (Bamidbar/Números 3:11-13) “Eis que tenho tomado os leviim/levitas do meio dos filhos de Yisrael, em lugar de todo o primogênito, que abre a madre, entre os filhos de Yisrael; e os levi'im/levitas serão meus.
Porque todo o primogênito é meu; desde o dia em que tenho ferido a todo o primogênito na terra do Egito, santifiquei para mim todo o primogênito em Israel, desde o homem até ao animal: meus serão; Eu sou o Elohim Eterno.”
Quando Eretz Yisrael/Terra de Israel foi repartida entre as tribos, nos dias de Yechoshua/Josué, a Tribo de Levi não recebeu sua porção, por se tratar de sacerdotes, mas ficou com cidades no território das outras tribos.(Yechoshua/Josué 13:33; 14:3)
Quem é Levi hoje?
Ao contrário do que ocorre com Yehudah e Binyamin (os quais dificilmente se encontram fora dos judeus modernos) apenas parte de Levi estava com o Reino de Yehudah e, portanto, apenas parte deles se encontra entre os judeus.
Mesmo dentre os judeus, há levitas que apesar de serem judeus, já não mais sabem da sua identidade levítica. Há outros que preservam a identidade até hoje. Mas boa parte dos levitas também se dispersou juntamente com a Casa de Efrayim. Com esse espalhar dos levitas dentre as tribos de Yisrael, vemos o cumprimento profético do que disse Ya'akov/Jacó. Inicialmente, Levi foi separado do restante de Israel por conta da sua ira.
Contudo, vemos a regeneração de HaShem, pois por fim a Levi foi dado o serviço no Beit HaMikdash/Templo, por causa de seu grande zelo. A função inicial de Levi era a do sacerdócio, mas vemos pela profecia de Ya'akov que após a separação das Duas Casas e posterior diáspora, Levi teria um papel importantíssimo na ministração da Torah.
É possível que muitos grandes rabinos e mestres na Torah identificados como judeus, sejam na realidade levitas que já não mais têm a informação dessa descendência tribal. Na Casa de Efrayim, vemos que os levitas são aqueles que logo se destacam por seu grande zelo pela Torah e grande facilidade em assimilar e ensinar os preceitos da Torah. Logo se tornam também líderes e professores, levando o povo à teshuvah.
Contudo, Levi é também bastante sanguíneo. Os levitas tendem a ser muito zelosos para com as coisas de HaShem, mas ao mesmo tempo podem exagerar no zelo, e devem ser cuidadosos para não ferir aos seus irmãos.
Normalmente são pessoas de temperamento mais exaltado e/ou explosivo, mas com um grande coração para HaShem. Devem, portanto, controlar o seu temperamento para que ele não venha a ser empecilho no seu ministério de ensinar a Torah a Yisrael.
(próximas Tribos: Shimon/Simão e Reuven/Rubem)
fonte: torahviva.org e outras fontes da internet