terça-feira, 17 de maio de 2011

"ABENÇOAI... E NÃO AMALDIÇOEIS" - SÉRIE TEFILOT (2)

Benção dos Cohanim (Sacerdotes)
(imagem extraída da internet)
Yevarechecha Adonay Veyishmerecha. (O Senhor te abençoe e te guarde.) 

Ya’er Adonay Panav Eleycha Vichunecha. (Faça o Senhor resplandecer o Seu rosto sobre ti, e te agracie.) 
Yissa Adonay Panav Eleicha Veyassem Lecha Shalom. (Tenha o Eterno misericórdia de ti e ponha em ti a completude).  
Yevarechechá. (Ele te abençoará) 
Veyishmerêcha (E Te guardará em todos os teus caminhos.) Também refere-se à proteção contra o yêtser hará (a má inclinação). 
Yaer.  (Que a face de D’us brilhe sobre ti.) Ele te Iluminará; a Graça e a bondade dEle estarão sobre ti) 
Vichunêcha. (Te instruirá.) Trazendo em tua vida entendimento, sabedoria e discernimento). 
Yissah Adonai Panav Eleicha. (o Senhor volte o Seu rosto para ti.) Aceite a tua oração e corresponda com Sua Benção) 
Veyassêm lechá shalom. (E te dará completude).
Na Torah (Bíblia), todas as bênçãos são concluídas com "Shalom", cuja tradução  simplista do português é "paz" ou, no hebraico moderno, de certa forma, banalizada como um cumprimento "oi, tchau" . 
Mas, o "Shalom" inserido nessa brachah (benção) vai muito além disso;  significa "completude". 
Não é possível se desfrutar de quaisquer bençãos, sem que se  esteja em "completude", ou seja, grande paz interior, mesmo em meio a tribulações. 
Abençoar no hebraico é "Levarech" e significa "dotar de um poder benéfico, conceder poder à alguém para ser bem sucedido e próspero, bendizer, presentear, agraciar". 
Alguns de nossos sábios (tsadikim) diziam que a palavra hebraica "brachah" (benção) se origina da palavra "brechah", que quer dizer "jorrar, brotar ou fluir". 
O Eterno fez o mundo de modo que sua capacidade de fluir Sua graça dependa das ações das pessoas e que Suas contínuas bênçãos fluam somente se estas forem utilizadas construtivamente e, não se forem empregadas num comportamento destrutivo ou egoístico. 
Assim, o Eterno está querendo sempre nos agraciar com suas brachot (bênçãos).  Porém, com as nossas atitudes negativas, podemos estar nos tornando indignos de recebê-las. Isto significa que, com cada ação negativa que praticamos, acarretamos duas consequências negativas. Primeiramente,  por causa de nossos próprios atos; depois, porque uma ação negativa de nossa parte frustra o desejo do Eterno de nos abençoar e realizar Seus propósitos em nossa vida. 
Fomos chamados para sermos canais de bençãos neste mundo. 
O Eterno nos mostra que abençoar tem um sentido muito amplo e benéfico e que precisa ser mais praticado, e temos o dever de fazê-lo, como filhos e servos, abençoando, até mesmo os não-redimidos. Exemplo disso foi o Patriarca Yackov (Jacó) que abençoou até o "grande" Faraó do Egito! Bereshit (Genesis) 47:7. 
Uma outra palavra hebraica para designar bênção é "chessed". 
Chessed quer dizer "graça, favor imerecido, misericórdia" do Eterno e a Sua bondade para conosco. Palavras cheias de "chessed" podem ser encontradas no livro de Ruth capítulo 2:4, quando Boaz abençoa os seus empregados com "O Senhor esteja convosco", ao que eles respondem "Que Elohim lhe abençoe" e, no 2:19-20 e 3:10, Naomi abençoa Ruth e Boaz e Boaz abençoa Ruth. 
Portanto, com kavanah (desejo sincero do coração), devemos proferir palavras abençoadoras sobre todos, sobre tudo no que se refere aos nossos inimigos, pois a nossa benção sobre eles, cancela o decreto do maligno sobre nossas vidas
Aprender a abençoar deve ser um hábito que devemos exercitar, pois, dessa maneira, estaremos revelando às pessoas a compaixão, a misericórdia, o amor e bondade do Eterno. 

(Baseado no texto de Sarah Hochman)
Shavuá Tóv!

Nenhum comentário:

Postar um comentário