sábado, 22 de janeiro de 2011

TESHUVAH - "A DIFÍCIL VOLTA AO LAR"

O que é teshuvah?

"Teshuvah" é um termo hebraico que significa retorno, embora seja constantemente traduzido como arrependimento. Trata-se de um processo vital, profundamente arraigado no interior do ser humano. A teshuvah é inerente a todos e não está restrita apenas ao aspecto religioso da vida, mas, transcende todos os outros aspectos da existência humana.
Mas, teshuvah é retorno para onde?
Alguns diriam:- "teshuvah é o retorno para Elohim, para a Torah, para as Veredas Antigas". Mas, pensando bem, teshuvah, primeiramente, deve ser um retorno para nós mesmos.

Certo dia li um “post” intitulado “minha vida sem mim” e pensei: - como esse "sentimento de afastamento da própria essência" pode ser comum à tantas pessoas!?  Uma sensação de vazio que faz com que nada pareça ter sentido e tudo pareça não ter significado!
Seguimos os caminhos dos homens, iludidos pela ignorância e apegados aos dogmas absorvidos da cultura ocidentalizada. Trilhamos os mesmos passos que nossos antepassados, sem nunca questionarmos e nos distanciando do Caminho da Torah.
O que fazer para voltar?
Quantas vezes me perguntei isso?! Quantas vezes me perdi nessa busca! Porque se perder é mais fácil ... há tantos atalhos que, encontrar O Caminho de volta se torna uma verdadeira odisséia; uma batalha que se trava dia a dia com nosso pior inimigo – o inimigo interior - que nos aliena e nos cega.
Quando nossos olhos são desvendados, e isso exige muito desprendimento, enxergamos o que nos fez agir dessa maneira e só a partir daí conseguimos reunir forças para ir atrás do que nos pertence de fato, descobrir realmente quem somos, de onde viemos e para onde vamos. Assim, deixando de lado a bagagem que carregávamos sem ao menos saber porquê, nos vemos qual "filho pródigo", ou talvez o órfão, resgatando o seu passado, sua história. Talvez, por isso, esse retorno tenha de ser primeiramente um adentramento.
Não se volta porque se quer! 
Volta-se porque ouve-se o chamado; um clamor interior, como a voz do Pai esperançoso que anseia pelo filho que há muito se foi, mas, que nunca perdeu a esperança de sua volta.
Qual o objetivo em se “voltar para casa"?
Inicialmente, poder-se-ia dizer que o objetivo seria retornar às origens; retomar o lugar que nos pertence; restaurar a aliança. Mas, para mim, essa volta tem um peso muito maior; significa o resgate da nossa verdadeira identidade; a consciência de pertencer a um povo - Am'Yisrael.
Teshuvah é isso! 
Retorno à verdadeira essência; regresso aos braços do "Abba" e nisso não há mágica – há persistência - pacientemente, corajosamente - um passo de cada vez, porque o caminho é estreito e a estrada é íngreme; permanecer, portanto, é o desafio!
 "Chazak chazak venit chazek"
(força, força, sejamos fortalecidos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário