segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

COMO ESTUDAR A BÍBLIA (TORAH)


Para Iniciantes da Torah
Pelo Rabino Edward L. Nydle
Traduzido por Shlomo Ben Avraham

Os Efraimitas que são novos no estudo da Torah precisam de algumas bases para auxiliar-lhes a entender como estudar e interpretar a Torah. Isto lhes ajudará a entender as mitsvot (os mandamentos) contidas na Torah e sua aplicação.

Permitam-me compartilhar com vocês algumas informações úteis a respeito da aprendizagem da Torah, que fará uma grande diferença e evitará que caiam no erro de interpretar versos e textos incorretamente.

Nenhum tipo de comunicação, seja escrita ou oral, verbal ou não verbal, pode ser compreendido sem interpretação. Frequentemente interpretamos sem que estejamos conscientes da maneira como atingimos dita interpretação e raciocínio. A Torah deve ser interpretada para que seja entendida. Portanto, temos que conhecer boas práticas (ou regras) de interpretação para que não haja equivoco na leitura, além de obter o que realmente diz a Torah. Más interpretações implicam a um mau entendimento. Um mau entendimento implica em uma doutrina falsa!

Assumimos que todos nós estamos sob a fonte de inspiração da Torah, e que O Eterno (Yud, Hey, Vav, Hey) nos deu a Torah através de Mosheh. Portanto, cada letra deve ser levada em conta seriamente. Os Sábios nos ensinam que cada passagem da Torah tem 70 facetas, com respeito aos 70 membros do Sanhedrín (Corte Suprema de Israel), cuja função era interpretar a lei. A Torah tem muitos níveis de significado intencionado para o leitor. Também, a interpretação da Torah dever ter um grande respeito pelo significado de cada palavra e frase no texto. O Eterno  colocou na Torah tudo o que o leitor precisa para entender o texto! É nosso dever mergulhar profundamente no conteúdo para descobrir o que o Eterno está nos dizendo no texto.

Categorias de Interpretação da Torah (PaRDeS)

Os Rabinos estabeleceram quatro categorias de interpretação da Torah chamadas PDRS ou   PaRDeS = paraíso (vide significado abaixo):
  • Pshat - o significado literal e simples do texto.
  • Drash - o significado homilético deste estudo (MiDrash).
  • Remez - o significado escondido.
  • Sod - o oculto, misterioso
O Pshat é o significado básico de um texto. Nenhuma interpretação da Escritura abandona seu Pshat (sentido simples)! Isto significa que não importa que outras formas de interpretação se aplicaram ao texto, o texto sempre retém seu sentido simples e terá que ser considerado dessa maneira! Ainda o Pshat tem muitos níveis de interpretação. Isto significa que devemos aplicar as regras e os conhecimentos da gramática, a sintaxe, a história, a cultura, a geografia, e precisamente dar-lhe sentido comum e literal ao texto. Recorde que a interpretação procura a simplicidade como seu objetivo para o entendimento. A interpretação singela é preferível à complicada ou complexa. Uma interpretação que resolvam muitas das dificuldades propostas pelo texto tem um tom de veracidade para adjudicar-lhe.

O ponto de partida para toda interpretação da escritura é saber o que o texto nos está dizendo. Isso é óbvio! Mas ainda conhecendo o que cada palavra ou oração significa não é tão óbvio. Assim, temos que trabalhar desde o texto hebraico original. As traduções são somente tentativas humanas para interpretar o texto e todas as traduções são discutíveis! Isto coloca à pessoa que somente sabe inglês ou espanhol em desvantagem sobre o estudante que está em seus inícios no estudo do Hebraico. Dessa forma, o que o Eterno disse fica a mercê dos tradutores. Não podemos nos aproximar de nenhum texto à maneira casual porque poderíamos perder a oportunidade de ver que erros há dentro do texto. Isto requer algum conhecimento do idioma hebraico.

Depois, devemos considerar a maneira em que o texto está expresso. Isto quer dizer que temos que levar em consideração os adjetivos, substantivos, pronomes, e o uso apropriado dos substantivos num texto. Procuramos o jogo de palavras, a repetição, associação de palavras, os matizes verbais, e as semelhanças. Devemos expressá-los verbalmente para entender o texto.
(continua na parte 2...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário